PUBLICIDADE
Topo

Futebol

'Só faltou escrever que era mimimi', diz Rizek sobre nota do Brusque após racismo

"Acorda, Brusque! Tome vergonha na cara para se retratar da vergonha dessa nota", escreveu apresentador - Reprodução/SporTV
"Acorda, Brusque! Tome vergonha na cara para se retratar da vergonha dessa nota", escreveu apresentador Imagem: Reprodução/SporTV

30/08/2021 12h32

O jornalista André Rizek reagiu ao posicionamento oficial do Brusque, que disse que Celsinho, do Londrina não sofreu injúria racial, em jogo realizado neste fim de semana, e que o atleta é "conhecido por ser envolver nesse tipo de episódio".

No Twitter, o apresentador do SporTV repudiou a nota e disse que só faltou o clube dizer que a denúncia foi "mimimi" por parte de Celsinho.

"Sou um homem branco, da elite brasileira. Não sei o que é sofrer racismo e jamais saberei. Então, quando um negro relata ter sido vítima desse inferno, minha obrigação é ouvi-lo e refletir - inclusive sobre meus atos. Essa nota do Brusque, em vez de refletir sobre as razões que levam alguém a denunciar atos racistas repetidas vezes, prefere atacar a vítima. Coisa abjeta! Só falou escrever que era "mimimi" do Celsinho", falou Rizek.

"Por fim, não são os homens brancos, como eu, que decidem do que pode chamar o cabelo de um negro, né? Esse tempo já passou e não deixa saudade. Acorda, Brusque! Tome vergonha na cara para se retratar da vergonha dessa nota", completou.

Esta foi a terceira vez somente nesta Série B que o jogador do Londrina sofre com o racismo. Durante jogo contra o Goiás, um narrador e um comentarista da Rádio Bandeirantes Goiânia também fizeram ataques ao meia, falando de maneira pejorativa do cabelo de Celsinho. E em confronto contra o Remo, o atleta também ouviu ofensas ao seu cabelo afro pelo narrador da Rádio Clube do Pará.

Futebol