PUBLICIDADE
Topo

Futebol

USA Hemp Brasil vai do UFC ao Parajiu-Jitsu e auxilia no desenvolvimento do esporte nacional

06/08/2021 17h43


Com três vitórias contabilizadas em cinco lutas no Ultimate, Livinha Souza já sabe quando será o seu próximo compromisso na organização. No dia 23 de outubro, a peso-palha brasileira vai ter pela frente Randa Markos em uma edição do UFC Fight Night. Em busca de recuperação após perder o último combate, Livinha conta com o apoio da USA Hemp Brasil - sendo embaixadora na marca do país - e falou sobre a importância de ter um patrocínio para um atleta profissional.

- Principalmente agora nas Olimpíadas, a gente tem visto como é importante os atletas terem apoiadores e patrocinadores para manter o alto nível. Minha próxima luta (com Randa Markos) será a primeira que terei patrocinadores mensais chegando junto comigo desde o início do meu treino e estou muito feliz com o foco que venho conseguindo colocar nos treinos. Vocês podem ter certeza de que verão a melhor versão da Livinha quando eu lutar novamente, e boa parte disso é graças ao apoio da USA Hemp e da Fúria - destacou a lutadora, que também faz uso do CBD, que é um canabinoide não intoxicante com propriedades anti-inflamatórias, neuroprotetoras, ansiolíticas e analgésicas, ajudando cada vez mais atletas nos treinos.

- Eu sempre conheci as utilidades do CBD, mas desde que comecei a usar com frequência estou sentindo uma melhora muito bacana na minha recuperação pós-treino e vem sendo algo que está me ajudando muito, pois sempre tive problemas com lesões pequenas antes de lutas. Tenho usado o CBD USA Hemp voltado para essa parte de prevenção de lesões e estou treinando com muito mais confiança e segurança no meu corpo, o que é essencial num esporte de alto rendimento como o MMA - afirmou.

Nos últimos meses, Livinha Souza, atualmente aos 29 anos, se tornou a primeira atleta de alto rendimento com patrocínio de uma empresa de cannabis no Brasil. Um dos responsáveis pela Clínica CBDoctors, o Dr. Pedro Melo explicou como o tratamento pode auxiliar os lutadores, ajudando na prevenção de lesões, além do bem-estar mental.

- É importante iniciarmos a conversa dando ênfase no fato de que um atleta, por mais profissional que seja, é um ser humano comum, com problemas para resolver, sentimentos, família para cuidar e vários fatores podem estar envolvidos com sua saúde tanto durante, quanto fora das atividades físicas, e seu bem-estar, físico e mental, estão diretamente atrelados ao seu desempenho esportivo. A qualidade de vida que ele leva quando está descansando é tão importante quanto o momento do exercício, e se fica ansioso com as competições, viagens, então chegamos nos primeiros benefícios em relação ao uso da cannabis medicinal para esse nicho específico de pacientes: o conforto psicológico ou como eu gosto de chamar, 'saciedade psicológica'. O relaxamento/bem-estar mental que esse tratamento oferece aos atletas é de grande utilidade - disse Pedro, que completou:

- Outro ponto é a recuperação muscular e todos os benefícios analgésicos, anti-inflamatórios e de relaxamento muscular que os canabinoides possuem, que ajudam nessa fase de cura. Atletas e principalmente paratletas, que muitas vezes são vítimas de traumas graves, como uma amputação, por exemplo. Nesses casos, a cannabis tem feitos fantásticos, que auxiliam muito na redução das dores. Um terceiro fator, mas não menos importante, é o aumento do foco. Atletas relataram sentir desde a primeira dose efeitos broncodilatadores e uma melhoria da capacidade respiratória. Para aqueles que necessitam de momentos de explosão muscular, como no MMA, os relatos são de uma musculatura mais rápida e contrátil, ajudando no desempenho esportivo.

Do MMA para o Parajiu-Jitsu

Além de apoiar Livinha Souza, a USA Hemp Brasil também será a principal patrocinadora da segunda edição do Brasileiro de Jiu-Jitsu Paradesportivo, que vai acontecer no próximo domingo (8), em Deodoro, no Rio de Janeiro, sob organização da Federação Catarinense de Jiu-Jitsu Paradesportivo (FCJJP). CEO da marca, Corina Silva analisou essa parceria de sucesso.

- O paratleta é super importante dentro do cenário esportivo brasileiro. São milhares de pessoas que se reinventam diariamente e enfrentam limitações físicas movidos pela paixão ao esporte. São grandes exemplos de determinação que deveriam inspirar a todos nós pela coragem que carregam ao enfrentar dificuldades. Sabemos que o Brasil não valoriza seus atletas como deveria e isso é um equívoco que buscamos reparar, a medida que conseguimos patrocinar esportistas e eventos importantes como o 2º Brasileiro de Jiu-Jitsu Paradesportivo. Temos consciência de que ainda falta muito para que o paradesporto tenha o que realmente merece, mas seguimos fazendo nossa parte e ressaltando a importância desse apoio. A USA Hemp está animada e orgulhosa desse evento e sua rede de atletas, agradecemos imensamente a oportunidade de apoiar e aprender com eles. Assim como o tratamento com a cannabis medicinal é um direito de todos e nós lutamos por isso, o esporte também é, e faremos o que estiver ao nosso alcance para unir as duas coisas em benefício do paradesporto nacional - analisou Corina.

Futebol