PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Presidente do Atlético-GO dispara contra treinadores brasileiros: 'Muito técnico de cachorro'

04/08/2021 13h13


O Presidente do Atlético-GO, Adson Batista, se envolveu novamente em uma polêmica ao falar sobre o nível dos treinadores brasileiros. Segundo ele, os estrangeiros são melhores, já que no Brasil os comandantes ainda necessitam de qualificação.

+ Flamengo acumula quase 50% da premiação prevista e mira nova bolada na Copa do Brasil



- Eu vejo que o futebol brasileiro ainda precisa evoluir muito, em todos os sentidos. Algumas coisas dentro do campo têm que evoluir muito, taticamente falando. Eu vejo alguns treinadores, e olha que já trabalhei com muitos... Tem muito técnico que é treinador de cachorro, fica ali na beira do campo batendo palma e gritando 'pega, pega, pega', mas não sabe nem do que está falando em termos de tática. Eu recebo informações de que alguns treinadores estrangeiros que vieram para o Brasil são muito estudiosos e estão um passo à frente dos brasileiros. Então, nós precisamos realmente qualificar melhor para ver uma evolução - salientou em entrevista ao site da ESPN.


Segundo o mandatário do clube de Goiás, alguns técnicos dependem de seus auxiliares e se bancam somente com o nome.

- Muitos treinadores dependem muito de seus auxiliares e trabalham só com nome também. Então, eu acho que precisa de uma qualificação profunda dos treinadores brasileiros. Eles estão ficando para trás. Isso é uma opinião minha - concluiu.

Apesar da crítica direcionada, Batista reforçou que respeita os treinadores brasileiros.

- Respeito todos os treinadores brasileiros, respeito a história de cada um, mas ter sido jogador de futebol não é garantia de que será um grande treinador. Tem que ter feeling, tem que ter dom e tem que estudar muito. Não adianta o cara falar: 'Ah, eu fui lá no Manchester City, no Chelsea, e fiz um estágio lá'. Isso não adianta nada! O cara tem que fazer um curso bem feito, um negócio bem organizado, profundo, para que realmente se qualifique. E não é um negócio só para ganhar dinheiro, e para falar que tem um certificado, porque não adianta nada se não tiver conceito e conteúdo nenhum - finalizou.

Futebol