PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após Bronze histórico em Tóquio, Luisa Stefani vence a 1ª em San Jose

04/08/2021 18h24


Luisa Stefani, 23ª do mundo, que vem da histórica medalha de Bronze em Tóquio, no Japão, ao lado de Laura Pigossi, estreou com vitória, nesta quarta-feira, no WTA 500 de San Jose, na Califórnia, evento sobre o piso duro com premiação de US$ 565 mil.

Luisa, que chegou em San Jose no fim do dia de segunda-feira após viagem longa do Japão e fez apenas dois treinos no local, estreou a nova parceria com a canadense Gabriela Dabrowski, 14ª do mundo, e as duas derrotaram a dupla da australiana Anastasia Rodionova e da americana Kaitlyn Christian por 7/5 3/6 12/10.


A atleta, que tem o patrocínio do Banco BRB e os apoios da Fila, CBT, HEAD, Saddlebrook Academy, Tennis Warehouse e Liga Tênis 10, abriu 9 a 6 no match tie-break, viu as rivais virarem para 10 a 9, salvou um match-point e liquidou a fatura na quarta oportunidade.

Luisa e Dabrowski já jogaram juntas no fim de 2020 sendo vice-campeãs no WTA 500 de Ostrava, na República Tcheca. A parceira habitual de Luisa, a americana Hayley Carter, machucou o pé e ficará fora até o final a temporada, o que fez com que a paulistana acertasse sua nova parceria com a canadense.

A brasileira agora enfrenta nas quartas de final as vencedoras do duelo entre as holandesas Lesley Kerkhove e Rosalin Van der Hoek e a dupla americana formada por Ashlyn Krueger e Robin Montgomery, duelo que ocorre apenas na madrugada desta quinta-feira. Luisa ainda aguarda a programação para saber se joga nesta quinta ou apenas na sexta-feira.

Luisa tem 23 anos e vem fazendo história no tênis feminino nacional. Além deste resultado olímpico, ela é a melhor ranqueada do País, com o 23º lugar, desde que o sistema da WTA foi criado em 1975, somando dois títulos e mais seis finais.

Futebol