PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Richarlison exalta Santos após Brasil ir para a final da Olimpíada: 'Nos salvou no jogo e nos pênaltis'

03/08/2021 08h26


O atacante Richarlison reconheceu que a Seleção olímpica sofreu além da conta ao derrotar o México nos pênaltis após empate em 0 a 0 em 120 minutos no Ibaraki Kashima. Em entrevista ao SporTV, o "Pombo" falou sobre a ansiedade de disputar a decisão dos Jogos Olímpicos.

> Veja todos os números do futebol masculino nos Jogos Olímpicos

- É o passo que falta (a final). É o último degrau da nossa escada e vamos com tudo. Chegamos na final, e nós sabemos que quando chegamos na decisão nós somos fortes. Agora é esperar o próximo adversário, estudá-los ao máximo para chegar bem no jogo e fazermos uma excelente partida - declarou.

Richarlison falou sobre a bola que cabeceou na trave e também falou sobre o treinamento de pênaltis que a Seleção tem de fazer dia a dia.

- Vi que eu cabeceei bem e já saí para comemorar, mas não era para ser daquele jeito. Foi um pouco sofrido nos pênaltis, mas desde que nós chegamos ao Japão o professor nos colocou para treinar cobranças de pênaltis, sabendo que poderíamos enfrentar este tipo de situação, e hoje deu para ver a confiança de nossos jogadores para cobrar - disse.

Em seguida, o camisa 10 voltou suas atenções para destacar a maneira como Santos se destacou tanto na partida em Kashima quanto ao defender pênalti cobrado por Aguirre.

- Tenho que parabenizar a todos, mas também ao Santos. Ele nos salvou durante o jogo e também durante os pênaltis - afirmou.

Richarlison ainda falou sobre a tensão em torno das cobranças de pênaltis.

- O sentimento é o mesmo de antes de chegar na partida. Dá aquele frio na barriga de quando está chegando ao estádio. Mas é como eu falei: a gente tinha total confiança nos nossos jogadores e nós sabíamos que seríamos felizes aqui - disse.

O Brasil volta a campo no sábado para, às 8h30 (de Brasília), disputar o ouro contra o vencedor da semifinal entre Espanha ou Japão.

Futebol