PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Remo domina CSA e volta a vencer na Série B

01/08/2021 20h13


Mais um jogo movimentou a 15ª rodada do Brasileirão Série B. Neste domingo, 1, o Remo recebeu o CSA, no Baenão, em Belém. Dominando os 90 minutos, os donos da casa conseguiram grande intensidade e um gol logo no início do duelo, que garantiu os três pontos para os paraenses. A partida ficou no 1 a 0.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

DUELO TRUNCADO

As duas equipes entraram em campo sem grande paciência, precisando a intervenção do árbitro em diferentes oportunidades. O Remo tinha muita dificuldade em chegar ao campo de ataque do Remo. Enquanto isso, o CSA teve sua primeira boa oportunidade com Renato Cajá, que aproveitou vacilo da defesa adversária e chutou de longe. A bola, porém, foi longe.

RESPOSTA E GOL!

A resposta do Remo não tardou. Aos 8, o time marcou o seu primeiro gol. Igor cruzou, e a bola passou por Renan Gorne, sobrando para Erick Flores. Depois de limpar o marcador, o meia encontrou Gorne livre na área. O atacante só precisou escorar para o fundo da rede para colocar os paraenses na frente.

DIFICULDADES...
?

O CSA até tentou ensaiar alguma pressão, mas tinha muitas dificuldades na hora de criar as jogadas. Renato Cajá contou com diferentes erros individuais e marcação. Aos 14, o time até apareceu, com Aylin finalizando para fora. Contudo, o árbitro já marcava impedimento.

PACIÊNCIA E NOVAS CHANCES!

O Remo continuou atuando com grande paciência, trabalhando bastante a bola no meio-campo. Aos 18, Renan Gorne tentou, mas a arbitragem pegou impedimento. Na sequência, com passes mais rápidos, o Remo atrapalhava as jogadas do CSA, que sempre procurava se aproveitar dos erros dos adversários.

QUASE O EMPATE!

Em uma das grandes chances do CSA, aos 31, após escanteio, Vinicius fez o corte. Na volta, Gabriel bateu colocado, e a bola passou muito próxima do travessão. Na sequência, o Azulão aumentou a marcação, fazendo uma maior pressão na defesa remista.

EQUIPES SE ESTUDANDO!

O começo do segundo tempo contou com as duas equipes se estudando. Contudo, o CSA retornou com mais pressão, buscando reverter a desvantagem. Contudo, a primeira jogada de perigo partiu do Remo, com Lucas Tocantins que venceu a marcação e finalizou cruzado. Thiago Rodrigues defendeu. Na sobra, a zaga afastou. Os alagoanos tentaram com Renato Cajá, que arriscou de longe. A bola saiu fraca, sem muito perigo.

REMO AINDA NA FRENTE...

Os donos da casa manteve a maior posse de bola, anulando o CSA, que tentava pelo menos chegar ao empate. Os alagoanos erraram muitos passes e contaram com o ataque bem isolado. Além disso, o confronto ficou parado com faltas e passes errados.

PRESSÃO REMISTA
?

Na reta final do jogo, o Remo aumentou a intensidade e pressionou ainda mais o CSA. Dessa maneira, aos 29, Wellington chegou atrasado para finalizar e perdeu a chance. Logo depois, após cobrança de escanteio, Rafael Jansen cabeceou forte, e a bola foi na trave de Thiago Rodrigues.

RESPOSTA DO AZULÃO...

Ainda mostrando que estava ligado no jogo, os visitantes chegaram com Vinícius. No levantamento para a área, Dudu Beberibe ficou com a sobra e mandou a bola no meio, bem alto. Com a mão trocada, o goleiro remista conseguiu fazer um milagre e evitou o empate.

FINAL MOVIMENTADO!

Nos últimos minutos de jogo, o Remo seguiu atacando e teve uma boa oportunidade. Dessa vez, em cobrança de falta ensaiada, a bola passou pela barreira, e Vinícius conseguiu fazer a defesa em dois tempos. Aos 45, Rafael Jansen aproveitou escanteio para chutar cruzado. O goleiro do Azulão defendeu. Sem outros gols, o duelo se encerrou no 1 a 0.

Futebol