PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Rigoni encaixa perfeitamente no esquema do São Paulo de Hernán Crespo e tem ótimo início pelo clube

Rigoni comemora gol do São Paulo contra o Racing - Marcelo Endelli/Getty Images
Rigoni comemora gol do São Paulo contra o Racing Imagem: Marcelo Endelli/Getty Images

Lancepress

30/07/2021 08h00

Contrato após a conquista do Paulistão, Emiliano Rigoni tem mostrado ser capaz de fazer a diferença na temporada do São Paulo. Meia-atacante muito habilidoso e ágil, o argentino conseguiu se encaixar no esquema de Hernán Crespo e tem um começo excelente em sua trajetória pelo Tricolor, participando de 10 gols em apenas 13 partidas.

Desde que chegou ao São Paulo, Rigoni jogou 13 vezes pelo clube. Nessas atuações, o meia superou seu desempenho de quando atuou no Zenit, da Rússia, tendo feito na equipe paulista, seu melhor início por um clube.

Pelo time russo, Rigoni marcou seis gols e deu uma assistência em seus primeiros 13 jogos. Já no São Paulo, em suas primeiras 13 atuações, o argentino marcou o mesmo número de gols, e ainda deu deu quatro assistências aos seus companheiros, participando de um gol a cada 0,77 jogo. Tendo jogado, até agora, 833 minutos pela equipe paulista, uma média de 64 minutos por jogo, Rigoni participa de um gol a cada 83 minutos, praticamente uma participação em gol a cada jogo em que atua pelo Tricolor.

Taticamente, o encaixe de Rigoni no time montado por Hernán Crespo é muito bom, exercendo um papel crucial para o funcionamento ofensivo do time. Jogando na maioria das vezes como um segundo atacante pelo lado direito, o argentino consegue fazer mais de uma função.

Jogando como segundo atacante, meia, ponta ou ala, Rigoni domina o lado direito do ataque do São Paulo, sendo o principal nome do time no Brasileirão, sendo o artilheiro do clube na competição com dois gols. Na Copa do Brasil e na Libertadores, Rigoni também se destaca: marcou dois dos três gols que deram aos brasileiros a classificação para as quartas de final do torneio continental, além do primeiro gol são-paulino na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Vasco.

Atualmente na 17ª colocação no Campeonato Brasileiro, cinco dos nove gols marcados pelo São Paulo são frutos de participações diretas do argentino. O próximo confronto do time pelo Brasileirão é contra o rival Palmeiras, neste sábado (31).

Futebol