PUBLICIDADE
Topo

Futebol

México ganha da África do Sul e segue adiante no futebol masculino dos Jogos Olímpicos

28/07/2021 10h22


Sem dar espaço para qualquer resultado surpreendente, o México confirmou sua vaga nas quartas de final do futebol masculino na Olimpíada de Tóqui batendo por 3 a 0 a África do Sul. Agora, La Tri tem compromisso marcado para as 8h (de Brasília), no sábado (31) em Yokohama, frente a Coreia do Sul.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

CONTROLOU E ABRIU A CONTA

Depois de se estabelecer como o time que mais atacava e tinha o domínio quase que absoluto do volume de jogo mesmo com a pequena diferença na posse de bola, o México tratou de traduzir essa superioridade na inauguração do marcador em ótima triangulação envolvendo os seus três nomes de ataque. Saindo para receber fora da grande área, Henry Martín levantou a cabeça e tocou bem na passagem de Uriel Antuna onde o atleta viu Ernesto Vega aparecendo no lado oposto e só rolou para a batida que tirou o arqueiro Ronwen Williams do lance aos 18 minutos.

SALVOU NA PRIMEIRA...

Apesar de diminuir um pouco a velocidade na hora da armação, o confronto seguia mais propenso aos mexicanos que, sem serem efetivamente assustados na defesa, formularam uma excelente chance para que Romo ou Ernesto Vega aumentassem a contagem. Porém, na bola que veio do lado direito em cruzamento de Antuna, o meio-campista viu sua cabeçada carimbar o travessão de Williams e o camisa 11, no rebote, parou em uma intervenção à queima-roupa com ótimo tempo de reação do goleiro sul-africano.

...MAS, NA SEGUNDA, NÃO DEU

Depois de cobrança de escanteio onde Williams precisou sair de soco para afastar parcialmente o perigo, a bola seguiu sob domínio do México no ataque onde, na bola cruzada, o bate rebate sobrou para Romo que estava cara a cara com o goleiro da África do Sul. Dessa vez, o camisa 7 teve uma dose de sorte na conclusão que bateu no pé de Williams e no zagueiro Fleurs antes de entrar e confirmar o 2 a 0 para os comandados de Jaime Lozano pouco antes do intervalo.

CAMINHO (AINDA MAIS) ABERTO

Quando vivia seu melhor momento na partida ao voltar com um trabalho de bola no ataque que finalmente passava a assustar mais a zaga do México, uma falta dura de Malepo em Martín que rendeu inicialmente cartão amarelo foi revisada pelo VAR onde a advertência foi trocada pelo vermelho direto. Se já estava difícil para os sul-africanos tendo igualdade numérica se defender das investidas mexicanas, com um a menos o time dirigido por David Notoane rapidamente foi vazado mais uma vez onde Martín tabelou com Carlos Rodríguez, saiu na frente da meta de Williams e esbanjou tranquilidade para bater de chapa, fazendo o terceiro gol de La Tri.

FINAL IGUALADO, PELO MENOS EM ATLETAS

Apesar da larga dianteira, o sistema defensivo do México parecia tão concentrado que acabou exagerando na dose com Carlos Rodríguez derrubando Singh sendo praticamente o último homem entre o camisa 10 da África do Sul e a meta de Memo Ochoa. O resultado da ação acabou sendo o cartão vermelho direto que pareou o número de jogadores, mas que não influenciou em nova alteração do marcador até o apito final do árbitro neozelandês Matt Conger.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
?ÁFRICA DO SUL 0 x 3 MÉXICO

Local:
Sapporo Dome, em Sapporo (JAP)
Data e hora: 28/07/2021 - 8h30 (de Brasília)
?Árbitro: Matt Conger (NZL)
Assistentes: Mark Rule (NZL) e Tevita Makasini (TGA)
VAR: Marco Guia (ITA)
Cartões amarelos: Mohamme, Cele (AFS)
Cartões vermelhos: Malepo (AFS); Carlos Rodríguez (MEX)

GOLS: Vega (18'/1°T) (0-1), Romo (45'/1°T) (0-2), Martín (15'/2°T) (0-3)

ÁFRICA DO SUL (Técnico: David Notoane)

Williams; Mukumela (Mahlangu, aos 22'/2°T), Fleurs, Malepe e Mohamme; Kodisang (Frosler, aos 16'/2°T), Cele (Mosele, aos 38'/2°T), Mokoena, Mahlatsi e Singh; Makgopa (Ngcobo, aos 38'/2°T).

MÉXICO (Técnico: Jaime Lozano)

Memo Ochoa; Loroña, César Montes, Jesús Angulo e Sánchez (Mora, aos 26'/2°T); Rodríguez, Romo e Córdova (Esquivel, aos 26'/2°T), Uriel Antuna (Ricardo Angulo, aos 32'/2°T), Vega (Lainez, aos 32'/2°T) e Martín (Aguirre, aos 29'/2°T).

Futebol