PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cotada ao ouro no judô, Mayra Aguiar estreia nos Jogos Olímpicos

28/07/2021 08h00


Fã de MPB, gremista e gaúcha de Porto Alegre. Esta é Mayra Aguiar, judoca de 29 anos. Campeã dos Jogos Pan-Americanos de 2019 e bi mundial, ela chega a Tóquio como uma das favoritas à medalha de ouro na categoria meio-pesado (-78 kg). A estreia da lutadora será nesta madrugada, por volta das 00h40, com adversária ainda desconhecida.

Principal judoca brasileira na competição, ela tem ainda dois bronzes nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos. Quem olha para ela, sabe o quanto é forte fisicamente, um aliado importante para quem teve Covid-19 (com sintomas leves) e passou por cirurgia no joelho esquerdo no final do ano passado.

Ela sofreu uma grave lesão ligamentar no local, em setembro de 2020, e viu a sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio ser ameaçada. Por isso, perdeu posições no ranking mundial e hoje está em 33º. Entre 2018 e 2019, foi figurinha carimbada no topo dos melhores judocas de sua categoria.

CONFIRA O QUADRO DE MEDALHAS ATUALIZADO NO FINAL DA REPORTAGEM

Ginástica: Simone Biles explica substituição em final: 'Tenho que fazer o que é certo para minha saúde mental'

Carreira precoce
Além da força e da experiência olímpica (participou também de 2008), ela conta ainda com a disciplina, reforçada pelos hábitos militares. Ela é da marinha, estuda educação física e aponta a dedicação como seu ponto forte.

Mayra tem 78 kg, 1,78m e completa 30 primaveras na próxima terça-feira. Ela defende o Sogipa, o mesmo clube de Daniel Cargnin, que faturou bronze no início dos Jogos, mas na categoria meio-leve (até 66 kg). Ambos são treinados por Kiko Pereira.

Aos 6 anos, ingressou no judô. Com 14, já era profissional e três anos mais tarde conquistou seu primeiro grande feito: campeã do pan-americano de judô, em 2008. No ano anterior, 2007, já tinha beliscado a prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio, com só 16 anos.

Futebol