PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após pedir demissão ao vivo na TV, jornalista ganha processo milionário contra a Globo

28/07/2021 07h12


O jornalista Kaio Cezar, que pediu demissão ao vivo durante uma edição do Globo Esporte/CE, em 2019, ganhou na Justiça, através de decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região de Fortaleza (CE), o direito de receber cerca de R$ 2 milhões da Rede Globo e das afiliadas TV Verdes Mares, TV Diário (TV local do Sistema Verdes Mares) e Rádio Verdes Mares (a rádio do grupo).

+ Veja a tabela do Brasil no futebol masculino olímpico!

Segundo o portal 'Noticias da TV', Kaio conseguiu provar as acusação durante o processo. O juiz do trabalho Adalberto Ellery Barreira Neto deu parecer favorável a razão de Kaio em situações constrangedoras, quando, por exemplo, foi mandado 'tomar no c*' em uma reunião de trabalho.

Em outra situação relatada, o diretor teria dito que Kaio seria 'doido' por 'pegar uma mulher com um menino e faz outro nela', se referindo ao fato de a esposa do jornalista ser mãe de uma criança que teve em outro relacionamento.

Relembre o caso:
Na ocasião, o jornalista afirmou que sofria assédio e danos morais por parte de Paulo César Norões, ex-diretor de relações institucionais do Sistema Verdes Mares.

- Em meio a tantos fatos que configuram perseguição, certa vez PC Norões se dirigiu a mim e proferiu ofensas à minha família que não as repito aqui porque tenho dois filhos, entre eles uma enteada, e poderia expor pessoas que não tem nada a ver com a história. E foi assim que pouco a pouco me escantearam, sem qualquer pudor ou respeito por mim - declarou na época.

A esposa do jornalista também falou à época que ele sofria de problemas de ansiedade devido o constrangimento no ambiente profissional. Já o diretor acusado se pronunciou pelas redes sociais naquela mesma semana falando que se deparava com 'injustiça e ingratidão'.

Futebol