PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Copa América: Por que o gol do Brasil após a bola bater no juiz foi legal

24/06/2021 09h13

Classificação e Jogos

Após a polêmica relacionada ao primeiro gol da seleção brasileira, marcado por Roberto Firmino, diante da Colômbia pela Copa América, a Conmebol explicou o motivo da validação do tento. Na jogada, Neymar tenta um passe em profundidade, a bola bate em Nestor Pitana, árbitro do duelo, sobra nos pés de Paqueta, que abre para Renan Lodi e este cruza para o camisa 20 botar no fundo das redes.

Os atletas da equipe de Reinaldo Rueda pediram que fosse dada bola ao chão por conta de uma possível interferência do juiz. No entanto, esta situação só ocorre quando se inicia um ataque promissor, quando a bola entra diretamente no gol ou quando há uma inversão na posse. Segundo o VAR do duelo, nenhuma dessas situações foi observada.

A entidade disponibilizou um vídeo em que há trechos da conversa de Pitana com os companheiros que estavam na cabine de vídeo. O principal aspecto observado era sobre o impacto que o desvio teve para a continuidade do lance. Enquanto isso, os colombianos reclamavam e diziam que a jogada não poderia seguir.

Por conta da grande paralisação, a partida teve 10 minutos de acréscimo e o Brasil conquistou sua terceira vitória no torneio. Com o resultado positivo de 2 a 1, o time de Tite também garantiu a primeira colocação no Grupo B e enfrenta o Equador no próximo domingo.

Esporte