PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com um a menos, Brasil de Pelotas vira e vence Goiás pela Série B

18/06/2021 23h24


O Brasil de Pelotas venceu o Goiás nesta sexta-feira pela 4ª rodada da Série B. Mas, foi com muito suor e drama no Estádio Bento de Freitas. Os visitantes abriram o placar logo cedo com Luan Dias. Ainda no primeiro tempo o Xavante conseguiu o empate. Na segunda etapa, Gabriel Terra anotou o segundo, porém acabou sendo expulso mais tarde. Os anfitriões seguraram a pressão esmeraldina e levaram os três pontos.

Na próxima rodada, o Goiás entra em campo em casa para enfrentar o Avaí, na terça-feira (22), às 19h (horário de Brasília). Enquanto isso, no mesmo dia, o Brasil de Pelotas viaja para Alagoas, onde encara o CRB.

Placar aberto logo cedo

O jogo começou com os mandantes tendo paciência com a bola, trocando passes e os visitantes querendo acelerar. Aos sete minutos, o Goiás fez boa triangulação, Elvis lançou, Alef Manga dominou, ganhou a dividida com a marcação e cruzou rasteiro para Luan completar para as redes, abrindo o placar par o Esmeraldino.

Após o gol sofrido, o Xavante se ingressou mais para o campo ofensivo e chegou em duas oportunidades, com Lucas Santos e Gabriel Terra, sem perigo. Em contrapartida, o Goiás quase marcou o segundo com Bruno Mezenga, que após arrancar pelo meio, driblou o goleiro e quando tocou e saía para comemorar, o zagueiro Héverton evitou de carrinho, o caminho da bola para as redes.

Avante, Xavante!

Os donos da casa começaram a ter as melhores ações da partida e aos 21', Ramon roubou a bola, avançou pelo meio e sofreu falta na meia-lua da grande área. Na cobrança, Bruno Matias bateu colocado, bonito, mas para fora. Logo depois, Lucas Santos acionou Gabriel Terra na direita, o meia inverteu para Artur. O lateral dominou e acertou cruzamento de almanaque, na cabeça de Fabrício para empatar o confronto.

O Goiás tentou responder rapidamente com Elvis, em cobrança de falta. O meia cruzou na área e David Duarte se desmarcou, finalizou bem, mas para fora. Posteriormente, outras duas boas oportunidades para a equipe goiana: cruzamento que acabou nas mãos de Matheus Nogueira e Luan Dias, mas faltou capricho.

A virada!

O segundo tempo começou como o primeiro, com o Goiás tendo a primeira boa oportunidade. Com seis minutos de jogo, Madison aproveitou rebote deixado por Thalys, arriscou bonito de primeira e Matheus Nogueira espalmou.

Mas, quando chegou com perigo pela primeira oportunidade, os donos da casa fora, letais. Lucas Santos lançou para Ramon, o atacante dominou, avançou na área e cruzou rasteirinho, na medida para Gabriel Terra colocar o Brasil de Pelotas na frente do placar.

Pressão esmeraldina e expulsão

Aos 18', Alef Manga recebeu em boas condições na entrada da área, ajeitou e soltou o pé direito e Matheus Nogueira conseguiu defender.

Dadá Belmonte entrou na partida no lugar de Alef Manga e logo tratou de mostrar serviço. O atacante pedalou na frente da marcação, puxou para a linha de fundo e cruzou. Apodi apareceu como elemento surpresa e cabeceou, o lance assustou a defesa Xavante. Para piorar a situação dos mandantes, aos 31 minutos, Gabriel Terra tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Pressão esmeraldina

Assim, o Goiás partiu com tudo para o ataque em busca do empate. Elvis dominou na intermediária e tentou chute forte, com veneno. Após pressão na área, Madison recolou bola na área e Bruno Mezenga, com estilo, finalizou de peito e quase fez o segundo do esmeraldino.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

BRASIL DE PELOTAS 2X1 GOIÁS

Local: Estádio Bento de Freitas, Pelotas
Data/horário: 18 de junho de 2021, às 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rafael Martins de Sá
Assistente: Michael Correia
Assistente: Thiago Rosa de Oliveira
Quarto Árbitro: Anderson da Silveira Farias
Gols: Luan Dias (7'/1T) (0-1), Fabrício (25'/1T) (1-1), Gabriel Terra (12'/2T) (2-1)
Cartões amarelos: Héverton, Gabriel Terra (2x) e Ramon (Brasil de Pelotas)
Cartões vermelhos: Gabriel Terra

BRASIL DE PELOTAS: Matheus Nogueira; Thalys (Arthur 47'/2T), Leandro Camilo, Héverton e Artur; Rômulo, Bruno Matias (Wesley 42/2T), Lucas Santos e Gabriel Terra; Fabrício (Pierini 33'/2T) e Ramon (Matheuzinho 42'/2T). Técnico: Cláudio Tencati .

GOIÁS: Tadeu; Apodi; David Duarte, Reynaldo e Hugo (Vinicius 33'/2T); Madison, Caio (Guilherme Brito - 22'/2T) , Élvis e Luan Dias; Alef Manga (Dada Belmonte - 22'/2T) e Bruno Mezenga. Técnico: Pintado.

Futebol