PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Árbitro das três últimas eliminações do Corinthians na Libertadores apitará duelo com o Peñarol

08/05/2021 17h23


Na última sexta-feira, a Conmebol divulgou a lista dos jogos da quarta rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana já com a arbitragem definida. Para a revolta dos torcedores do Corinthians, o responsável pelo duelo decisivo com o Peñarol, na próxima quinta-feira, no Uruguai, será Néstor Pitana, que apitou as últimas três eliminações corintianas na Copa Libertadores (2016, 2018 e 2020).

TABELA
> Veja classificação e simulador da Sul-Americana-2021 clicando aqui

GALERIA
> Fagner 400 jogos! Veja jogadores que mais vestiram a camisa do Corinthians

Segundo dados do Almanaque do Timão, do jornalista Celso Unzelte, Pitana apitou cinco partidas do Alvinegro: foram três vitórias e dois empates. Apenas um desses confrontos aconteceu fora de casa, contra o Independiente Santa Fé, da Colômbia: o empate em 1 a 1, pela fase de grupos da Libertadores-2016.

Mesmo com a invencibilidade sob o apito de Néstor Pitana, o torcedor corintiano não confia na atuação do argentino, uma vez que em três ocasiões ele foi responsável por apitar eliminações em fases de mata-mata da Liberta. Sem contar o julgamento de que o Corinthians foi prejudicado nessas partidas.

A última vez foi justamente no ano passado, na fase preliminar da competição, quando o Timão venceu o Guaraní-PAR por 2 a 1 na Neo Química Arena, mas foi eliminado pelo gol fora de casa, já que os paraguaios venceram a ida por 1 a 0. Naquele dia, Pitana expulsou Pedrinho ainda no primeiro tempo do jogo.

Em 2018, na fase de oitavas de final, o Corinthians venceu o Colo-Colo por 2 a 1 na partida de volta, mas perdeu na ida por 1 a 0 e acabou eliminados pelos chilenos pelo gol fora de casa novamente. No duelo, Danilo Avelar acabou expulso já no finzinho e Timão teve um pênalti a favor convertido por Jadson, mas a arbitragem foi bastante contestada pelo torcedor, que já tinha pé atrás.

Isso porque em 2016, Pitana apitou a partida de volta das oitavas de final da Libertadores em que o Corinthians recebeu o Nacional-URU, na Neo Química Arena. O jogo terminou empatado em 2 a 2 e, como a ida foi um empate em 0 a 0, os uruguaios passaram de fase pelo gol fora de casa. O Timão teve dois pênaltis marcados a seu favor e converteu apenas um. No fim, a equipe ainda perdeu Fagner expulso, em mais uma arbitragem contestada por corintianos.

Nas três oportunidades, Pitana expulsou pelo menos um jogador do Corinthians e assim como nas outras ocasiões ele pode ser responsável por uma eliminação do clube, mas desta vez na Copa Sul-Americana. Se o Peñarol vencer, o Timão estará automaticamente eliminado e um empate ainda manteria a equipe vive na competição, mas com a obrigação de "tirar" uma vantagem de cinco pontos em duas rodadas. É preciso vencer para sonhar.

Futebol