PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Marcos Braz diz "denominador comum" com Arrascaeta chegará "na hora certa"

21/04/2021 11h10

O Flamengo desembarcou no Rio no início da manhã desta quarta-feira, dia de folga para o elenco, e Marcos Braz, vice-presidente de futebol do clube, atendeu aos jornalistas presentes no saguão do Galeão. Além de enaltecer o triunfo na Argentina - vitória de virada sobre o Vélez Sarsfield -, o dirigente comentou a respeito da situação de Arrascaeta.

O uruguaio, autor do golaço que sacramentou o triunfo por 3 a 2, no Estádio José Amalfitani, pela primeira rodada do Grupo G da Libertadores, em Buenos Aires, vive um imbróglio com o clube em prol de uma valorização salarial.

"Não muda nada do que pensamos sobre o Arrascaeta. Fez mais um golaço, como muitos outros. Fez mais um jogo acima da média como sempre fez. Tanto é que quando fomos comprar pagamos uma quantia considerável. Não há nenhuma surpresa. Tenho certeza que na hora certa vamos chegar a um denominador comum. E essa história que é muito mais espuma do que outro tipo de problema, vai acabar", disse Braz.

"É bom deixar claro que é um jogador com dois anos e oito meses de contrato, o Flamengo paga nos dias corretos, mas não significa que não vamos olhar e analisar para ter o reajuste ou qualquer coisa esperada por ele", emendou o VP.

Marcos Braz ainda falou sobre "esperar um pouquinho" ao também ser abordado a respeito de Gerson, que está em uma situação similar a de Arrascaeta.

"Temos a situação dele e de outros jogadores que temos que ter o mesmo cuidado. Evidente que ele é um jogador com uma importância enorme no elenco, mas tem que esperar mais um pouquinho. É questão de dinheiro e situações que precisamos esperar para avançar", disse.

Sobre a vitória na Argentina, Marcos Braz enalteceu o grupo e o feito - que quebrou dois tabus de longos anos.

"Estreamos na Libertadores, contra um time argentino, na Argentina. Não é qualquer time. Importante começar esse campeonato da maneira que começamos", falou.

Flamengo