PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Titular no Estadual, Renan Guedes comemora inscrição pelo Bahia na Sul-Americana

20/04/2021 22h19


Depois da segunda vitória seguida pelo estadual, contra o Bahia de Feira, por 1 a 0, no último domingo, o lateral-direito do Bahia, Renan Guedes, teve mais um motivo para comemorar. No final da tarde de segunda-feira, o tricolor divulgou a lista de inscritos na Copa Sul-Americana e o jogador, que chegou em janeiro do Joinville, está nela. Na competição continental, Renan usará a camisa 42.

TABELA
> Veja classificação e simulador da Copa Sul-Americana-2021 clicando aqui

GALERIA
> Confira novo ranking digital dos clubes brasileiros e seis tendências

O jogador de 23 anos vem sendo titular absoluto no time de aspirantes que disputa o Campeonato Baiano. Até o momento foram nove jogos com a camisa do Esquadrão, sendo oito pelo estadual, com uma assistência, e um pela Copa do Nordeste. Inclusive, foi capitão há duas rodadas, na vitória sobre o Atlético.

Apesar de estar há apenas quatro meses em Salvador, Renan Guedes já se diz totalmente adaptado ao clube. O lateral afirma que está feliz com as oportunidades e com a sequência que vem tendo com o treinador da equipe de aspirantes, Cláudio Prates.

- Vem sendo feito um ótimo trabalho desde quando eu cheguei, o Cláudio me deu total apoio, perguntou onde eu me sentia bem jogar, qual a forma me encaixava mais ,e não só comigo, mas com toda a equipe. Estou muito feliz aqui, parece que sempre joguei no Bahia, essa camisa tem muita história e quero participar de muitas conquistas daqui para frente - projetou o lateral.

Além da oportunidade na Sul-Americana, o lateral destaca o foco no Baianão, que terá a sua última rodada nesta quarta-feira. O Bahia enfrenta o Jacuipense e precisa vencer para se garantir na próxima fase, jogo que é considerado uma decisão por Renan Guedes.

- A gente vem falando internamente que cada jogo é uma final, o próximo jogo é uma final, os seguintes são ainda mais decisivos. Se a gente sonha com título, cada partida tem que ser jogada como uma final - destacou.

CARREIRA

O lateral foi formado nas categorias de base do Corinthians, onde foi campeão do Mundial de Clubes sub-17 e da Copa São Paulo. A profissionalização veio pelo Atlético-MG. Depois, ele se transferiu para o Joinville, de Santa Catarina, clube no qual atuou nas duas últimas temporadas, disputando o Campeonato Catarinense e a Série D do Brasileirão.

No time catarinense, recebeu a proposta para o time sub-23 do Bahia. Após a transferência, foi criado o time de aspirantes para a disputa do Estadual. Agora, ele foi inscrito na Sul-Americana e a expectativa é, após o final do Baiano, ser efetivado no grupo principal.

Futebol