PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Whittaker dá 'aula' de MMA, vence Gastelum no UFC Vegas 24 e se aproxima de chance pelo título

18/04/2021 02h40


O UFC Vegas 24, realizado neste sábado (18), em Las Vegas, nos Estados Unidos, reforçou o bom momento de Robert Whittaker no Ultimate. Fazendo a luta principal do evento, o ex-campeão peso-médio teve ótimo desempenho ao longo dos cinco rounds disputados contra Kelvin Gastelum e saiu com a vitória na decisão unânime dos jurados, emplacando seu terceiro triunfo consecutivo, o que o aproxima de vez por uma nova oportunidade de disputar o cinturão dos 84kg, que atualmente pertence a Israel Adesanya.

No co-main event da edição, sediada no UFC Apex, no auge de seus 42 anos de idade, a lenda do peso-pesado Andrei Arlovski mostrou bom nível na trocação e, diante de Chase Sherman, atleta 11 anos mais novo, foi declarado vencedor por unanimidade. Com o resultado, o ex-campeão dos 120kg ganha uma sobrevida na companhia, já que vinha de derrota em sua luta anterior.

Luta cancelada de última hora

Os fãs de MMA foram pegos de surpresa com o cancelamento de um aguardado combate faltando poucos minutos para o início do evento deste sábado. O duelo entre Jeremy Stephens e Drakkar Klose acabou sendo retirado do card após a informação de que Klose sofreu uma lesão, cuja natureza não foi divulgada oficialmente pela organização. Dessa forma, a luta peso-mosca entre Tracy Cortez e Justine Kish foi passada para o card principal. O confronto Stephens x Klose ganhou expectativa justamente pela tensa encarada que os dois lutadores protagonizaram na pesagem cerimonial da última sexta-feira (16), com troca de empurrões e provocações.

Whittaker domina as ações e supera Gastelum

O duelo começou com Kelvin Gastelum indo à caça de Robert Whittaker, que passou a "circular" no octógono na busca por encontrar a melhor distância. O australiano foi o primeiro a tomar a ação mais efetiva ao acertar um belo chute alto, que pegou em cheio no rosto do americano, seguido de um bom soco. Na sequência, o ex-campeão aplicou boa queda e ficou por cima, o que reforçou sua superioridade no primeiro round. No segundo assalto, os dois atletas continuaram na trocação franca e Whittaker manteve a estratégia do contragolpe, deixando Gastelum golpear primeiro. Controlando bem a distância, Robert aos poucos, passou a dominar a luta, mostrando muita rapidez e precisão nos golpes aplicados.

Ciente da desvantagem, Kelvin buscou ser mais ativo na terceira parcial, aumentando sua aplicação de golpes, mas o ex-campeão se mostrou bem defensivamente e seguiu conectando socos mais preciso em relação ao adversário, controlando a distância com maestria. Os dois últimos rounds seguiram o mesmo "roteiro" dos assaltos anteriores, com domínio claro a favor do australiano, apesar do esforço por parte do americano. Dessa forma, Robert Whittaker saiu vitorioso na decisão unânime, emplacou sua terceira vitória em sequência na organização e se aproximou de vez de uma nova disputa de cinturão na divisão dos médios.

Andrei Arlovski leva a melhor sobre Sherman

Andrei Arlovski e Chase Sherman iniciaram o combate mostrando bom nível na trocação. Na sequência, com golpes potentes, que entraram limpos no rosto de Arlovski, Sherman foi crescendo de produção na luta e foi claramente superior no primeiro round. Apesar do bom volume de golpes do americano, Andrei não se intimidou e, no auge de seus 42 anos, foi se mostrando competitivo e chegou a igualar as ações no segundo assalto, tornando o embate mais equilibrado.

No terceiro e último round, Sherman foi tentando tomar o controle do centro do octógono, mas Arlovski respondeu com bons golpes na média distância, arrancando elogios dos seus treinadores no córner. O esforço dos últimos dois assaltos foi recompensado e, dessa forma, Andrei Arlovski saiu vencedor na decisão unânime dos jurados, recuperando-se da derrota sofrida para Tom Aspinall. Já Chase Sherman, que vinha de quatro vitórias seguidas, volta a perder, o que não acontecia desde 2018.

Destaques do card preliminar

O card preliminar contou também com bons momentos para os fãs de MMA. Entre eles, destaque para a boa vitória de Gerald Meerschaert sobre Bartosz Fabinski, ainda no primeiro round, após encaixar uma justa guilhotina. Com o resultado positivo, o americano se tornou recordista de finalizações na categoria peso-médio do Ultimate, passando nomes como Demian Maia, Thales Leites, Rousimar Toquinho e Antônio Cara de Sapato, que têm cinco cada. Além disso, Meerschaert se recuperou das derrotas sofridas para Ian Heinisch e Khamzat Chimaev, e voltou a vencer na organização.

Quem também teve bom desempenho foi Tony Gravely, que fez a luta de abertura do evento contra Anthony Birchak. O americano foi claramente superior na luta em pé, golpeou seu oponente durante grande parte do confronto e saiu vencedor no segundo round após conectar um potente cruzado de esquerda, que pegou em cheio no queixo de Birchak, que já caiu sem condições de seguir no duelo. Com isso, Gravely chegou ao segundo triunfo consecutivo no UFC.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC Vegas 24
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 17 de abril de 2021

Card principal
Robert Whittaker derrotou Kelvin Gastelum por decisão unânime dos jurados
Andrei Arlovski derrotou Chase Sherman por decisão unânime dos jurados
Jacob Malkoun derrotou Abdul Razak Alhassan por decisão unânime dos jurados
Luis Peña derrotou Alexander Muñoz por decisão dividida dos jurados
Tracy Cortez derrotou Justine Kish por decisão dividida dos jurados

Card preliminar
Alexandr Romanov derrotou Juan Espino por decisão técnica dividida dos jurados
Jessica Penne derrotou Lupita Godinez por decisão dividida dos jurados
Gerald Meerschaert finalizou Bartosz Fabinski com uma guilhotina no 1R
Austin Hubbard derrotou Dakota Bush por decisão unânime dos jurados
Tony Gravely derrotou Anthony Birchak por nocaute técnico no 2R

Futebol