PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mancini analisa empate do Corinthians, lamenta erros e garante: 'Estamos atentos a tudo'

16/04/2021 23h34


O Corinthians arrancou um empate em 1 a 1 com o São Bento, nesta sexta-feira, na Neo Química Arena. Apesar do ponto conquistado e uma certa tranquilidade na tabela do Paulistão, corintianos dentro e fora do CT sabem que o desempenho não tem sido dos melhores. O técnico Vagner Mancini é um desses e analisou como os erros têm atrapalhado as atuações da equipe.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2021 clicando aqui

GALERIA
> Cazares já foi! Veja quem deixou o Corinthians para a temporada 2021

Em entrevista concedida após o duelo em Itaquera, o comandante alvinegro fez questão de reconhecer os problemas apresentados pelo time do Parque São Jorge, principalmente no golaço marcado por Gabriel, lateral-direito do Bentão, porém não foi só: a falta de concentração e de confiança também pesaram.

- Uma lista de problemas, de erros, a gente está atento a tudo o que está acontecendo. A gente não pode tomar um gol no início do jogo, do jeito que foi, o atleta saiu atrás do meio-campo, foi carregando e na frente da área acabou finalizando. São erros que no futebol você acaba agregando à falta de concentração. O espaço que foi dado, a facilidade que o atleta entrou, faz com que a gente aponte pra isso. Mas eu também vi outras coisas, vi muitos erros de passes, alguns atletas simplificando muito o tipo de jogo, até por falta de confiança, o que o jogo vai gerando. O mais importante é a gente readquirir dentro da partida a convicção, a confiança para executar aquilo que sabemos.

Embora tenha visto uma melhora do primeiro para o segundo tempo, Mancini entende que alguns jogadores ficaram abaixo do que poderiam apresentar. Segundo ele, no fim, depois do empate, faltou capacidade para virar o jogo.

- Eu vi dois tempos diferentes, vi até no primeiro tempo o Corinthians com um pouco mais de espaço pra jogar, e no segundo tempo com um pouco menos de espaço, o São Bento voltou, se fechou mais, acabou dificultando muito a entrada com a bola, que nós tínhamos no primeiro tempo, só que no primeiro tempo nós tivemos alguns atletas um pouco abaixo do que podem render, e isso acabou dificultando. A gente acabou empatando a partida com oportunidade de virar o jogo, mas não tivemos futebol para ir lá e virar.

Mancini falou também do fato de o time ter tido bem mais posse de bola, mas sem conseguir se impor para transformar isso em gols. Segundo o treinador, essa imposição foi cobrada no vestiário para ser feita desde o início, porém a equipe não conseguiu executar o planejado e gerou poucas chances.

- Sobre imposição, ela faltou. Eu acho que não tivemos a imposição necessária no início do jogo, que era um pacto que havíamos feito, para que a gente pressionasse o São Bento desde o começo do jogo, encurtasse, não desse espaço, aí, de repente, nós tomamos um gol muito cedo, o que de certa forma joga uma pressão em cima de alguns jogadores, principalmente dos mais jovens, e aí começa aquele jogo de toques laterais, e você para de ser agressivo, e parando de ser agressivo não incomoda tanto e não tem a imposição desejada - analisou o comandante antes de completar:

- No primeiro tempo, nós, embora tivéssemos alguns espaços nas laterais, que foram corrigidos pelo São Bento no segundo tempo, a gente não teve a calma necessária e a velocidade necessária para agredir mais o São Bento, proporcionando mais situações de gols. Tivemos alguns lances interessantes, mas pouco para as oportunidades que nós tivemos - concluiu.

O Corinthians não terá muito tempo para corrigir esses erros, já que no próximo domingo receberá o Ituano na Neo Química Arena, provavelmente com um time considerado reserva. Neste sábado, o elenco treina no CT.

Futebol