PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dudu: férias e expectativa por definição após permanência no Catar se torna incerta

13/04/2021 07h30


Dudu voltou ao Brasil para passar férias e espera que o futuro seja resolvido. A permanência provável no Catar com a compra por parte do Al Duhail não é mais a mesma de outrora. Os dirigentes cataris precisam pagar os seis milhões de euros (R$ 40,5 milhões) ao Palmeiras previstos em contrato para adquirir os 80% dos direitos econômicos.

O Al Duhail sabe que a condição do pagamento é à vista e, mesmo que não tenha acionado o Alviverde ainda, pode sugerir uma alternativa para quitar o débito e ficar com o atacante por mais três anos. O presidente Maurício Galiotte já avisou que não negocia o que foi acertado no ano passado, quando Dudu saiu por empréstimo e as bases para uma futura compra foram acertadas pelas partes.

Os cataris têm até 15 de maio para comunicar o Palmeiras sobre a decisão, e a diretoria aguarda. A confiança pela permanência no exterior demonstrada pelo próprio jogador em entrevistas recentes não é mais a mesma, mas isso não significa que, neste momento, uma volta ao Verdão esteja próxima. As partes esperam o posicionamento do Al Duhail e isso pode demorar mais de um mês.

Enquanto isso, Dudu não foi inscrito para a fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia por conta desta indefinição e, em caso de compra, tem condição de participar dos mata-matas. Uma desistência do negócio do Al Duhail prevê um pagamento de dois milhões e euros (R$ 16,8 milhões) ao jogador. Isso também está previsto no acordo firmado em 2020, quando ele deixou o Brasil durante a parada do futebol em razão da pandemia, em junho.

Para o Palmeiras, o retorno de Dudu seria um ganho técnico para um time que encontra dificuldades de ser reforçar no mercado. Se a venda for concretizada é um alívio nas finanças em mais um ano de receitas comprometidas.

Futebol