PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Rival de berço: Luiz Adriano enfrenta Grêmio com missão de honrar Palmeiras e Internacional

28/02/2021 10h00

Artilheiro máximo do Palmeiras na atual temporada, com 20 gols, Luiz Adriano vai colocar à prova seu poder de decisão na noite deste domingo, às 21 horas (de Brasília), diante do Grêmio, em duelo válido pela primeira partida da final da Copa do Brasil.

Revelado nas categorias de base do Internacional, o centroavante tem histórico de carrasco do Tricolor Gaúcho na base. Em 2006, ano em que foi disputado o primeiro Campeonato Brasileiro Sub-20, Luiz Adriano marcou dois gols, serviu uma assistência e deixou sua marca na finalíssima.

Diante da decepção recente do Internacional, que viu o título do Brasileirão 2020/21 escapar na última rodada, o atacante palmeirense busca frustrar os planos do rival e, com isso, contagiar o torcedor colorado. Até porque, de acordo com Murilo Souza, irmão do centroavante, a rivalidade vem do berço.

- Meu pai sempre nos levava aos jogos do Inter nos anos 90 e 2000. Era uma época ruim do Inter... A gente nem tinha ídolos, era mais baseado mesmo em quem se destacava nos Gre-Nais. Primeiro teve o Fabiano, depois o Daniel Carvalho. - explicou, em entrevista concedida à ESPN.

Antes mesmo de completar um mês de contrato com o Verdão, Luiz Adriano enfrentou o Grêmio duas vezes, pelas quartas de final da Libertadores da América. O atacante passou em branco no primeiro duelo e até chegou a marcar na partida de volta, mas não foi o suficiente para se manter na competição.

Desde então, Alviverde e Tricolor Gaúcho se enfrentaram em outras três oportunidades, porém, o camisa 10 não foi à rede mais nenhuma vez. Em compensação, diante do Internacional, ele foi responsável pelo gol de empate, após cruzamento de Gustavo Gómez, nos acréscimos da segunda etapa.

Titular quase certo para o confronto na Arena do Grêmio, Luiz é o vice artilheiro do time na Copa do Brasil. Em números gerais, o centroavante, que soma dois gols na competição, está atrás de Raphael Veiga, que tem quatro.

O camisa 23, inclusive, é o maior carrasco palmeirense do Tricolor Gaúcho na atual temporada. O meia marcou em ambas as ocasiões que as equipes se encontraram.

Futebol