PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Apesar do contexto, Rodolfo Castro teve motivo para comemorar no Figueirense

15/01/2021 11h50

Diante da Chapecoense onde o Figueirense perdeu por 2 a 1, o goleiro Rodolfo Castro teve um motivo individual para comemorar diante do fato de ter completado o 100° jogo como atleta profissional. O fato de ter chegado a essa marca justamente com um revés em jogo tão importante foi considerado pelo atleta.

Além disso, o arqueiro de 25 anos de idade que chegou ao Figueira em 2019 após passagem pelo Moto Club também agradeceu a oportunidade dada pelo clube, acrescentando que pretende cumprir outros feitos jogando pelo Furacão do Estreito:

- Infelizmente não foi com a vitória e com o resultado que esperávamos, mas fico feliz em ter atingido a marca importante de 100 jogos na carreira. Agradeço a todos clubes, colegas, funcionários e torcedores dos times que passei até aqui por isso.

- Fica o meu agradecimento em especial ao Figueirense e sua torcida, pela confiança e pela oportunidade de poder completar essa marca vestindo uma camisa tão importante e de tradição no futebol brasileiro. É um motivo de honra para mim. Espero continuar atingindo bons números tanto pessoais quanto coletivos com a camisa do Furacão", completou o arqueiro - agregou.

Futebol