PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões - 2020/2021

Luiz Felipe comemora volta da Lazio nas oitavas da Champions: "Fazendo história"

Luiz Felipe comemora gol da Lazio sobre o Borussia Dortmund - REUTERS/Alberto Lingria
Luiz Felipe comemora gol da Lazio sobre o Borussia Dortmund Imagem: REUTERS/Alberto Lingria

09/12/2020 11h34

Classificação e Jogos

Grande protagonista do setor defensivo e, consequentemente, um dos principais destaques do ótimo momento vivido pela Lazio desde a temporada passada, o zagueiro Luiz Felipe segue marcando o seu nome na história do clube. Depois de ajudar a equipe a voltar a disputar a fase de grupos da Champions League após 13 anos, o jogador brasileiro, ao lado de seus companheiros, deu um novo motivo para os torcedores italianos vibrarem bastante. Com o empate em 2 a 2 com o Club Brugge, na última terça-feira (8), o time se garantiu nas oitavas de final do torneio continental, fato que não acontecia há duas décadas.

Além disso, a Lazio é um dos únicos quatro clubes que ainda não perderam na competição, ao lado do atual campeão Bayern de Munique, Manchester City e Chelsea. Os dois primeiros, porém, ainda jogam pela última rodada da fase de grupos nesta quarta-feira (9).

"O sentimento por termos garantido essa vaga é de extrema felicidade. Na temporada passada, conseguimos recolocar a Lazio na Champions League e agora alcançamos as oitavas de final, o que não ocorria havia anos", disse.

"Poder representar o clube desta maneira e ajudar a recolocar a instituição nos grandes torneios da Europa tem sido fantástico e prazeroso. Estamos fazendo história, mas queremos mais. Confiamos muito na força do nosso elenco e, nesses primeiros jogos, já provamos que temos condições de jogar de igual pra igual contra nossos rivais continentais. Vamos seguir trabalhando para chegar ainda mais longe", declarou Luiz Felipe.

A última vez que a Lazio avançou às oitavas de final da Champions League aconteceu na temporada 2000/01. A equipe, que contava com Simone Inzaghi em campo, hoje, o atual treinador do time, superou a primeira fase de grupos para chegar à segunda, pois, naquele ano, haviam duas etapas de pontuações antes de os times avançarem às quartas de final.

Dessa vez, no entanto, a Lazio chega ao mata-mata da Liga dos Campeões como a única equipe italiana invicta. Com duas vitórias e mais quatro empates, o time ficou com a segunda colocação na Chave F, atrás apenas do Borussia Dortmund. Disputando a competição mais importante de clubes da Europa pela primeira vez em sua carreira, Luiz Felipe esteve em quatro desses duelos, incluindo os dois triunfos.

"Para mim, está sendo muito especial essa oportunidade de disputar a Champions pela primeira vez na carreira. Infelizmente, perdi alguns jogos no início de temporada, primeiro por lesão e depois por ter contraído o coronavírus, mas agora estou bem, completamente recuperado e em boa forma. Tenho procurado aproveitar cada minuto em campo e dar o meu máximo para ajudar o time a conquistar as vitórias", afirmou o camisa 3.

Agora, com a Champions League retornando apenas em fevereiro e ainda sem a definição dos confrontos da próxima fase, a Lazio volta o foco para a disputa do Campeonato Italiano. Na sétima posição, com 17 pontos, o time recebe o Verona, pela 11ª rodada, no Estádio Olímpico. O jogo acontecerá no sábado (12), às 16h45 (de Brasília).