PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

Presidente em exercício do Barcelona diz que Neymar só volta se for de graça

Carles Tusquets considerou "inacessível" uma operação financeira, neste momento, para repatriar Neymar - Aurelien Meunier - PSG/PSG via Getty Images
Carles Tusquets considerou "inacessível" uma operação financeira, neste momento, para repatriar Neymar Imagem: Aurelien Meunier - PSG/PSG via Getty Images

03/12/2020 09h02

Carles Tusquets, presidente em exercício do Barcelona, concedeu entrevista à RAC1 e disse que a dupla entre Messi e Neymar pode ser reeditada no clube catalão.

No entanto, para que isso possa acontecer, o brasileiro teria que sair sem custos do Paris Saint-Germain, pois os culés não têm dinheiro para contratá-lo.

"Se vier de graça, pode-se tentar, mas se não vender, não há dinheiro para contratar. Neste momento seria inacessível, a menos que o próximo presidente tenha um milagre nas mãos."

Neymar tentou voltar para o Barcelona na última temporada, mas atualmente parece bem adaptado e feliz na capital francesa.

O brasileiro declarou na última quarta-feira o desejo de voltar a jogar ao lado de Lionel Messi, que já demonstrou desejo de sair da equipe blaugrana na última janela de transferências.

Barcelona