PUBLICIDADE
Topo

Futebol

No Rio, Flamengo tem retrospecto positivo contra times argentinos pela Libertadores

30/11/2020 08h00

No que depender do histórico do Flamengo contra times argentinos em jogos da Libertadores, o rubro-negro pode ficar confiante na classificação para as quartas de final da Copa em duelo com o Racing. Como mandante, a equipe da Gávea tem um retrospecto positivo diante dos "hermanos": quatro vitórias e um empate. Nesta terça-feira, no Maracanã, o time de Rogério Ceni buscará manter a tradição a partir das 21h30, após o empate em 1 a 1 em Buenos Aires.

A primeira vez que o Flamengo encarou um argentino na Libertadores foi em 1982, quando defendia o título - assim como nesta temporada. No Maracanã, Zico & Cia venceram o River Plate por 4 a 2, mas a vaga na final da Copa ficou com o Peñarol (URU), que somou mais pontos no triangular da semifinal. Este cenário - no qual o Rubro-Negro venceu a partida contra determinado time da Argentina, no Rio de Janeiro, mas não avançou - se repetiu ao longo dos anos.

Nas quartas de final de 1991, o Flamenngo venceu o Boca Juniors por 2 a 1 no Maracanã, com gols de Marquinhos e Gaúcho, com o histórico atacante Gabriel Batistuta descontando. Na volta, contudo, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo foi derrotado por 3 a 0 na Bombonera, encerrando sua campanha.

Foram mais de 20 anos sem confrontos com clubes argentinos até que, em 2012, o Flamengo disputou a fase de grupos com o Lanús. No Nilton Santos, Welinton, Deivid e Luiz Antônio garantiram a vitória por 3 a 0. O time de Joel Santana, contudo, não conseguiu avançar para as oitavas de final, ficando atrás de Lanús e Emelec na chave.

Em 2017, nova eliminação na fase de grupos: o Flamengo ficou atrás de San Lorenzo e Athletico na chave. No jogo como mandante diante do time argentino, contudo, a equipe de Zé Ricardo teve uma boa atuação e venceu por 4 a 0 no Maracanã.

Por fim, em 2018, o Rubro-Negro esteve no grupo do River Plate e empatou em 2 a 2 novamente no Nilton Santos e, nesta edição, conseguiu avançar para as oitavas de final da Libertadores - fase na qual foi eliminado pelo Cruzeiro.

Futebol