PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Por pressão, Botafogo recua em Gallo e ainda não tem nome para treinador

29/10/2020 19h13

De volta à estaca zero. Uma mobilização da torcida nas redes sociais e conversas entre cardeais alvinegros fizeram o Botafogo recuar no possível acerto com Alexandre Gallo. O comandante de 53 anos tinha uma reunião marcada com Túlio Lustosa, gerente de futebol do clube, nesta quinta-feira, mas o encontro foi cancelado.

O ex-treinador do São Caetano era o favorito para assumir o Alvinegro até o final do Campeonato Brasileiro, em fevereiro de 2021. Túlio, buscando um perfil acostumado com o futebol brasileiro e diante das dificuldades financeiras do Botafogo, liderava as negociações. A reação, tanto interna quanto externa, contudo, não foi positiva.

Vale ressaltar que Túlio Lustosa e os dirigentes da alta cúpula do Botafogo andaram em contramão no que diz respeito ao perfil do treinador. Enquanto o gerente de futebol buscou um nome dentro da realidade financeira, outros cardeais não acham loucura buscar algum treinador um pouco acima de um teto salarial estipulado, mesmo que haja esforço para chegar a um acordo, porém mais consolidado.

A reação dos torcedores também não foi positiva. Nas redes sociais, campanhas contra Alexandre Gallo foram iniciadas imediatamente após a notícia do acordo, adiantada pelo LANCE!. Túlio Lustosa, inclusive, recebeu ameaças por mensagem de alguns torcedores.

O fato é que, pela divergência interna e pressão da torcida, o nome de Alexandre Gallo não é mais o favorito para assumir o Botafogo. Túlio Lustosa continua com a mesma ideologia de buscar um treinador dentro dos moldes financeiros, mas busca um novo nome.

Futebol