PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Presidente da Fifa declara que não apoia criação de Superliga Europeia

22/10/2020 12h23

Após a imprensa inglesa publicar que Manchester United e Liverpool possuem o interesse na criação de uma Superliga Europeia, Gianni Infantino, presidente da Fifa, rejeitou dar qualquer apoio a esta iniciativa. Em entrevista à "CH Media", o italiano afirmou estar focado no desenvolvimento de uma Copa do Mundo de Clubes.

- Como presidente da Fifa, estou interessado no Mundial de Clubes, não em uma Superliga. Não me interessa um Bayern contra Liverpool, mas sim um Bayern contra o Boca Juniors. O Liverpool tem 180 milhões de fãs ao redor do mundo. O Flamengo tem 40 milhões, sendo que 39 milhões só no Brasil. Já o Liverpool, na Inglaterra, tem apenas cinco milhões de torcedores. Quero que os clubes fora da Europa tenham potencial global no futuro.

O posicionamento oficial da entidade máxima do futebol contra a criação da Superliga Europeia é um duro golpe nos planos de Manchester United e Liverpool, que também tentaram encaminhar uma reforma no futebol inglês. Desta vez, o plano era a realização de um campeonato com 18 times das cinco principais ligas do continente com início previsto para 2022.

Futebol