PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Coelho vê deficiência na criação e admite que falta confiança ao Timão

01/10/2020 00h58

Mais um jogo do Corinthians e mais uma vez o técnico Dyego Coelho teve de explicar os motivos pelos quais o time não aproveitou a semana cheia de treinos. Para o comandante alvinegro, ainda falta confiança para executar algumas orientações, principalmente no processo criativo. Apesar da atuação abaixo, ele elogiou Léo Natel e o segundo tempo da equipe nesta quarta-feira.

Após o empate em 0 a 0 na Neo Química Arena, Coelho concedeu entrevista coletiva virtual e analisou o desempenho do Timão na partida diante do Atlético-GO, que foi bem melhor e dominou praticamente todo o jogo. Para o técnico corintiano, o primeiro tempo foi ruim, mas houve melhor no segundo, e os problemas de criação e de agressividade são os pontos a serem trabalhados.

- Primeiro tempo abaixo, com algumas situações que a gente já sabe e já trabalha para melhorar sempre, precisa realmente de situações de construção, de parte defensiva, que a gente está melhorando, isso foi comentado lá dentro, não tomamos gol, mas a nossa parte de criação tem que melhorar, estamos trabalhando para isso - analisou antes de completar:

- Segundo tempo melhorou, situação que a gente já vinha treinando, com uma saída em três descendo com lateral, tendo mais jogo, muito mais posse, para tentar fazer com que o ataque fique mais agressivo. O Léo Natel tem essa característica, jogou bem hoje, é mais ou menos isso que a gente quer buscar e a gente vai treinar e vai trabalhar para que a gente fique mais com a bola, que a parte defensiva fique mais sólida, e a gente consiga fazer com que as coisas se transformem em gol para que a gente possa fazer os três pontos.

Entre os problemas identificados pela comissão técnica para essa má fase do Corinthians, está a falta de confiança, algo que Coelho tem falado constantemente em suas entrevistas coletivas. Mesmo com mais uma partida ruim em que a esse problema ficou evidente novamente, o treinador diz que vai continuar trabalhando isso no dia a dia, sem que o resultado abale o grupo.

- O problema a gente já conseguiu enxergar e a gente no dia a dia a está procurando melhorar, que é a situação da confiança, de ter a bola, de jogar, de realmente fazer as coisas funcionarem como a gente vem fazendo durante a semana. É só trabalhando para a gente readquirir a confiança e começar a ganhar nossos pontos. A gente vai continuar, a gente não vai parar, não vai deixar resultado abalar. Estamos fechados - afirmou o comandante.

O Corinthians volta a campo no próximo sábado, pela 13ª rodada do Brasileirão-2020, para enfrentar o Red Bull Bragantino, às 21h, fora de casa. Com 13 pontos em 12 partidas, o Timão está na 14ª posição na tabela de classificação, a apenas dois pontos da zona de rebaixamento.

Futebol