PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com seis estrangeiros, Corinthians terá de abrir mão de um por partida

27/09/2020 08h00

Juan Cazares chegou como aposta do Corinthians para reforçar seu elenco e ajudar o time a melhorar a classificação no Brasileirão, mas a contratação do equatoriano indica que o clube terá de abrir mão de um de seus estrangeiros em cada lista de relacionados para os jogos do campeonato e da Copa do Brasil, segundo prevê o regulamento da CBF. Dor de cabeça para o treinador.

A entidade máxima do futebol brasileiro não limita o número de estrangeiros inscritos para as suas competições, porém restringe o número de jogadores nascidos fora do Brasil nas partidas: apenas cinco são permitidos entre os escalados como titulares e para o banco de reservas. Atualmente, com a vinda de Cazares, o Timão conta, ao todo, com seis gringos em seu elenco.

Os estrangeiros que vestem a camisa do Corinthians são: Angelo Araos, do Chile, Mauro Boselli, da Argentina, Bruno Méndez, do Uruguai, Victor Cantillo, da Colômbia, Romulo Otero, da Venezuela e, agora, Juan Cazares, do Equador.

Pelo menos um deles obrigatoriamente terá de ficar fora da lista de relacionados das partidas do Timão nesta temporada, seja na Copa do Brasil, seja no Campeonato Brasileiro. Essa dor de cabeça ficará a cargo do treinador do Timão, que hoje é Dyego Coelho. Ele, provavelmente, terá dificuldade para escolher o "excluído", já que cada um deles tem função importante no grupo.

No momento, a decisão é facilitada pela ausência de Boselli, que ainda se recupera de entorse no tornozelo direito e a falta de ritmo de Cazares, que ainda não tem presença confirmada para estrear pelo Corinthians na próxima quarta-feira, diante do Atlético-GO. Ambos, porém, devem ficar aptos a serem escalados e colocarão um problema para Coelho resolver e administrar.

Otero, que chegou e já garantiu a titularidade, é presença garantida. Bruno Méndez, apesar de jogar pouco, é a única opção para Gil e Danilo Avelar no elenco atual. Cantillo é um dos protagonistas do time em 2020. Araos tem sido utilizado constantemente neste Brasileirão e já teve certo destaque. Boselli é o único reserva imediato de Jô e Cazares chegou para ser titular da equipe.

Tirando de lado a questão esportiva, vale lembrar que o centroavante argentino só tem contrato com Corinthians até o final deste ano e ainda não teve a prorrogação definida até o término do Brasileirão, em fevereiro de 2021. Nesse caso, se não houver essa extensão contratual, ele está fora do elenco a partir de janeiro, o que deixaria o Timão com cinco estrangeiros.

Futebol