PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Flamengo está otimista para contar com sete 'reforços' contra o Del Valle; veja o que falta para avançar

26/09/2020 06h05

O Flamengo vive dias de apreensão e imbróglios, tendo recebido duas negativas em meio a um surto de Covid-19, que infectou 16 atletas do elenco - além de membros dos departamentos de futebol, médico e dirigentes. As rejeições vieram de CBF e Conmebol, sendo esta última negando o pedido de mais dez inscrições visando os dois próximos jogos da Libertadores.

A maior preocupação do Flamengo atualmente, embora tenha recorrido até ao STJD para adiar a partida deste domingo, contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, é quanto à próxima quarta (30). E esta data pode assegurar uma vaga antecipada às oitavas ou até transformar o cenário em um drama.

DE OLHO EM PRECEDENTE...

Há otimismo internamente por conta do seguinte precedente na Libertadores: a Conmebol autorizou o Boca Juniors a enfrentar o Libertad com jogadores infectados pelo novo coronavírus, alegando que os atletas tinham sido infectados, à época, há mais de dez dias e, por isso, não transmitiriam a doença. E os sete primeiros infectados da delegação do Fla que esteve recentemente no Equador chegarão na próxima semana, para enfrentar o Independiente Del Valle, após 11 dias do teste positivo. São eles: Mauricio Isla, Filipe Luís, Diego Ribas, Michael, Vitinho e Bruno Henrique e Matheuzinho.

O LANCE! apurou que todos os citados acima estão assintomáticos, o que tende a garantir a presença deles no Maracanã. Além disso, Gabigol, dúvida para domingo, também é esperado para quarta (caso não haja um novo contratempo físico neste ínterim, obviamente). Diego Alves e Pedro Rocha, que se recuperam de lesão como o camisa 9, são outras possibilidades, porém remotas.

Já os ausentes garantidos, todos por conta dos mais recentes positivos para Covid-19, são: Gabriel Batista, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique, Matheus Thuler, Léo Pereira, Renê, Arão e Everton Ribeiro e João Gomes.

... E TAMBÉM NA VAGA ANTECIPADA

O técnico à beira do gramado deve ser Jordi Guerrero, auxiliar de Domènec Torrent (também infectado). Ele pode ser o responsável por, com oito peças de volta (os primeiros infectados no Equador e Gabigol), conduzir o Fla à próxima fase antes da última rodada. Para isso, em caso de vitória contra o Del Valle, precisa torcer para que o Junior Barranquilla empate ou seja derrotado para o Barcelona-EQU - que jogam no mesmo dia e horário (21h30 de Brasília).

Já se o Rubro-Negro empatar, a necessidade é por um revés do Junior, em sua casa, contra o Barcelona. Em tempo: em caso de derrota do Flamengo, não há chance de vaga antecipada. Confira e simule a tabela da Libertadores aqui.

Futebol