PUBLICIDADE
Topo

Milan

Sem Ibra, Milan sofre, mas vence Bodo/Glimt e avança na Liga Europa

Calhanoglu comemora gol do Milan contra o Bodo/Glimt, pela Liga Europa - REUTERS/Daniele Mascolo
Calhanoglu comemora gol do Milan contra o Bodo/Glimt, pela Liga Europa Imagem: REUTERS/Daniele Mascolo

24/09/2020 17h26

Sem a presença de Ibrahimovic, afastado por coronavírus, o Milan foi a campo no estádio San Siro pela Liga Europa e teve mais dificuldade do que se esperava diante do Bodo/Glimt, da Noruega. Porém, com dois gols de Çalhanoglu, os italianos venceram por 3 a 2 e estão garantidos na fase de playoffs da competição.

Quem abriu o placar foi o time norueguês, com Junker (15 do 1º tempo), mas Çalhanoglu empatou no minuto seguinte. Colombo deu a virada ao Milan (32 do 1º tempo), e Çalhanoglu, de novo, fez 3 a 1, aos cinco da etapa final. Aos 10, Hauge diminuiu para o Bodo/Glimt, e assim ficou o marcador.

Com o resultado, o Milan avança para enfrentar o Rio Ave, de Portugal, que despachou o Besiktas nos pênaltis.

Dois gols em um minuto

Apesar do favoritismo claro do Milan, quem saiu na frente foi o Bodo/Glimt. Após jogada de linha de fundo, o atacante Kasper Junker recebeu na pequena área e tocou de primeira para o gol, sem chances para Donnarumma.

Porém, não deu nem tempo do Bodo/Glimt comemorar. Logo após a saída de bola, Çalhanoglu recebeu passe na entrada da área. O meia girou para cima da marcação e soltou uma bomba no canto esquerdo, sem chances para o goleiro.

Milan deslancha, mas não sobra

A virada rossonera saiu ainda no primeiro tempo, aos 32. Se o Bodo/Glimt usou o seu lado esquerdo para abrir o placar, dessa vez foi o Milan quem aproveitou. Após cruzamento e desvio, a bola se ofereceu para Lorenzo Colombo tocar para o gol vazio.

O Milan voltou bem para o segundo tempo e ampliou logo aos cinco minutos. Çalhanoglu recebeu cruzamento em escanteio livre na entrada da área e chapou no canto esquerdo do goleiro: 3 a 1. O Bodo/Glimt não desistiu. Em bomba de fora da área, o ponta-esquerdo Jens Petter Hauge diminuiu, aos 10 minutos. Porém, sem força para pressionar, o time norueguês acabou derrotado.

Milan