PUBLICIDADE
Topo

Esporte

United vence Luton Town com gols no fim e avança de fase na Copa da Liga

Jogadores do Manchester United comemoram gol contra o Luton Town - https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/lancepress/2020/09/22/limite-de-30-para-cada-setor-e-aguardo-de-aval-da-cbf-rubens-lopes-fala-sobre-maraca-com-publico.htm
Jogadores do Manchester United comemoram gol contra o Luton Town Imagem: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/lancepress/2020/09/22/limite-de-30-para-cada-setor-e-aguardo-de-aval-da-cbf-rubens-lopes-fala-sobre-maraca-com-publico.htm

22/09/2020 18h17

Classificação e Jogos

O Manchester United teve dificuldades durante o jogo, mas conseguiu construir um placar sólido e venceu o Luton Town fora de casa por 3 a 0, pela terceira fase da Copa da Liga Inglesa. Os Red Devils abriram o placar com Mata, aos 43 do 1º tempo, mas só garantiram a classificação para a fase seguinte no finalzinho: Rashford (43 do 2º tempo) e Greenwood (47 do 2º tempo) fecharam a conta.

O técnico do United, Ole Gunnar Solskjaer, entrou com time misto, e o Luton escalou apenas dois titulares. Mesmo assim, o time da 2ª divisão levou perigo em alguns momentos do jogo - embora o United tenha dominado a etapa final. Na quarta fase, o United enfrenta Preston ou Brighton, que se enfrentam amanhã.

Apesar de ser um time mais fraco tecnicamente, o Luton não se intimidou e teve as melhores chances da etapa inicial, com Danny Hylton aos 17 minutos, em chute que passou à esquerda do gol de Henderson, e em cabeceio de Jordan Clark, aos 34.

Porém, aos 43, a zaga do Luton se enrolou toda para cortar a bola, Brandon Williams ganhou a frente de Moncur e foi derrubado: pênalti. Na cobrança, Mata bateu no canto direito e fez 1 a 0 para o United.

Na etapa final, o Manchester United voltou melhor. O goleiro James Shea precisou trabalhar bastante e por pouco não foi vazado. O Luton, por outro lado, tentou apostar nos contra-ataques e obrigou Dean Henderson a fazer milagre, já aos 35 do 2º tempo.

Na reta final, o United colocou Rashford e Bruno Fernandes em campo e aumentou seu rendimento. Aos 43, foi o inglês quem recebeu na entrada da área em contra-ataque e bateu no canto direito. Ainda deu tempo para Greenwood ampliar, já aos 47.

Esporte