PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ravanelli é anunciado e fala pela primeira vez como reforço do Furacão

14/08/2020 13h45

Apontado há alguns dias como sendo reforço do Athletico-PR, o meia Ravanelli foi anunciado oficialmente pela equipe da Baixada nessa sexta-feira (14), chegando por empréstimo com validade até fevereiro de 2021. Com isso, seu anterior clube, o Akmat Grozny-RUS, segue com os direitos do jogador de 21 anos de idade.

A viabilidade do negócio teria se dado pouco antes do término da última segunda-feira (10), data limite informada pela CBF pensando nas transferências vindas do exterior. Por conta da pandemia, nesse ano a janela equivalente a metade do ano foi postergada para preencher entre os dias 9 de outubro e 9 de novembro.

Até mesmo por esse caráter de conclusão regado de certa emoção, Ravanelli brincou em suas primeiras palavras como reforço do Furacão que a transação ocorreu "já nos acréscimos do segundo tempo":

- Agradeço ao Athletico por acreditar em mim. Estou muito feliz com esse acerto. Brinco que foi aos 45 minutos do segundo tempo, antes de fechar a janela internacional. Mas deu tudo certo e estou contente por poder vestir a camisa de um grande clube brasileiro.

O jogador que tem formação nas categorias de base da Ponte Preta também fez uma avaliação de experimentar, pela primeira vez, atuar no futebol europeu. Algo que, tanto dentro como fora das quatro linhas, ele considerou como uma experiência das mais proveitosas.

- Foi uma experiência muito diferente. Eu aceitei, porque queria conhecer novas culturas, um outro futebol. O primeiro ano foi mais de adaptação. Depois consegui aproveitar e pude evoluir em muitos aspectos, principalmente na marcação, até porque o futebol russo é de muita força - frisou.

Mediante ao cenário de punição imposta pela FIFA ao clube paranaense pelo "Caso Rony", o Athletico tenta acelerar os procedimentos para registrar Ravanelli antes que o comunicado oficial seja repassado ao clube. Isso porque somente através desse comunicado, é que o Rubro-Negro entende, no aspecto jurídico, passar a ser obrigado a cumprir a decisão.

Futebol