PUBLICIDADE
Topo

Juventus

Cristiano Ronaldo reflete após temporada: 'Torcedores querem mais de nós'

Cristiano Ronaldo durante Juventus x Lyon pelas oitavas de final da Liga dos Campeões - REUTERS/Massimo Pinca
Cristiano Ronaldo durante Juventus x Lyon pelas oitavas de final da Liga dos Campeões Imagem: REUTERS/Massimo Pinca

08/08/2020 14h29

Cristiano Ronaldo fez dois gols na vitória por 2x1 da Juventus sobre o Lyon, mas nem assim foi capaz de evitar a eliminação da Velha Senhora nas oitavas de final da Liga dos Campeões. Após a última partida da temporada, o craque português resumiu seu sentimento em uma postagem nas redes sociais.

Para Cristiano, o momento de férias servirá como uma oportunidade de refletir - no entanto, o atacante fez questão de dizer que todos os envolvidos com a Juventus têm que pensar como os maiores do mundo.

"A temporada 2019/20 acabou para nós, muito depois do usual, mas ainda assim antes do que esperávamos. Agora é tempo para refletir, para analisar nossos pontos altos e pontos baixos, porque o pensamento crítico é a única forma de evoluir. Um clube grande como a Juventus tem sempre que pensar como os maiores do mundo, para que possamos nos chamar de um dos melhores e maiores clubes do mundo", avaliou o português.

Cristiano também refletiu sobre os feitos na temporada: no total, foram 48 gols marcados, 37 deles pela Juve, e mais um título italiano na bagagem. Porém, a eliminação precoce para o Lyon na Champions e o mau futebol após a retomada do esporte deixaram bem claro que a expectativa dos torcedores é bem maior:

"Ganhar a Serie A mais uma vez em um ano tão difícil é algo de que estamos muito orgulhosos. Pessoalmente, fazer 37 gols pela Juventus e 11 pela seleção portuguesa é algo que me faz encarar o futuro com ambição renovada e desejo de seguir fazendo mais e mais a cada ano. Mas os torcedores querem mais de nós, e temos que entregar, temos que atingir as expectativas mais altas", complementou.

Com a eliminação, surgiram alguns rumores de que Ronaldo estaria insatisfeito na Juve; no entanto, Andrea Agnelli, presidente do clube, afirmou que está 'convencido' de que CR7 seguirá em Turim. Por outro lado, o treinador Maurizio Sarri foi demitido após a queda.

Juventus