PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Abel diz que Jorge Jesus não deveria ter deixado Flamengo: 'Virou Deus'

Jogadores do Flamengo celebram título brasileiro com o técnico Jorge Jesus - Wagner Meier/Getty Images
Jogadores do Flamengo celebram título brasileiro com o técnico Jorge Jesus Imagem: Wagner Meier/Getty Images

31/07/2020 18h45

O "Aqui com Benja" desta semana recebe o técnico Abel Braga. No programa apresentado por Benjamin Back, que vai ao ar neste sábado, 1º de agosto, às 23h30, no Fox Sports, o treinador campeão mundial pelo Internacional abre o jogo sobre saída do Flamengo e comenta a decisão tomada por Jorge Jesus de deixar o clube carioca para voltar a Portugal e assumir o Benfica.

"No Benfica ele não tem a metade da adoração que tem no Flamengo. No Flamengo, Jesus virou Deus. O que ele conseguiu nenhum dinheiro do mundo paga. Em importância de títulos em tão pouco tempo. Se ele não foi o melhor, ele está entre os melhores. Foram títulos difíceis, um Brasileiro e uma Libertadores. Houve uma identidade muito grande na forma posicional e na forma mental para tentar equilibrar e mudar, jogou um futebol alegre", opinou Abel.

Com passagem conturbada e saída polêmica da equipe Rubro-Negra, Abel revelou que descobriu os planos do rubro negro para substituí-lo por um terceiro antes dele ter acertado a saída do clube.

Abel Braga, técnico do Flamengo, durante partida contra o Athletico-PR no Maracanã - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

"Fiquei sabendo por um amigo meu em Portugal que o Flamengo tinha contratado Jorge Jesus. Liguei para o Landim e falei: 'Já sei que está acontecendo isso. Vou amanhã ao Flamengo e vou me despedir'. Isso é normal no futebol brasileiro, as coisas acontecem assim, é muito rápido, mas não por trás... Você trabalhando e, por trás, eles negociando, isso para mim não é digno. Eu saí do Flamengo porque achei que não foram corretos na atitude", completou.

Flamengo