PUBLICIDADE
Topo

Coincidências e boa fase fazem de Pedro x Evanilson um duelo à parte na decisão do Carioca

15/07/2020 06h00

Seis gols na temporada e crias de Xerém. As coincidências envolvendo Pedro e Evanilson vão além, já que ambos serão as grandes referências de Flamengo e Fluminense, sem a presença dos titulares (Gabigol e Fred) das respectivas equipes, no clássico que valerá o título do Campeonato Carioca. A dupla de goleadores vive boa fase e promete um duelo à parte a partir das 21h desta quarta-feira, no Maracanã. A partida terá transmissão em tempo real do LANCE!.

O jogo desta noite será o da volta da final. Na ida, tanto Pedro quanto Evanilson foram às redes, mas foi o primeiro que viu o seu time sair vencedor, por 2 a 1, e abrir vantagem na decisão. Agora, o Rubro-Negro precisa apenas de um empate para levantar a taça. O Tricolor busca uma vitória por dois ou mais gols de diferença. Caso esta seja de apenas um, o duelo vai para os pênaltis.

Sem Gabigol e com a volta de Bruno Henrique, o Flamengo terá em Pedro a sua principal arma para confirmar o favoritismo e levar o 36º título estadual de sua história. E os números o amparam para tal status, uma vez que, nos últimos quatros jogos, marcou três gols, sendo dois no próprio Flu - a sua ex-equipe.

- Pedro é um cara mais finalizador (em relação a Gabigol), se posiciona muito bem dentro da área, temos que fazer a bola chegar pois é um grande finalizador - realçou Arrascaeta, em entrevista coletiva concedida na última terça.

Cabe destacar que Pedro deve iniciar como titular apenas pela sexta vez no Flamengo, neste que será o seu 14º jogo em 2020. A sua eficiência, maior que a do oponente tricolor, impressiona quando vemos a pouca minutagem para tais feitos. Ao todo, chega para decidir o Fla-Flu com seis gols, duas assistências, 433 minutos em campo, o deixando com a marca de um gol a cada 72 minutos pelo Rubro-Negro. É para respeitar.

EVANILSON SUPERA SOMBRA DE FRED E É ESPERANÇA

O Fluminense ainda não venceu desde a retomada do Campeonato Carioca após a paralisação causada pela pandemia da COVID-19. No entanto, as duas partidas contra o Flamengo acabaram fortalecendo a confiança do grupo. Autor do único gol do Tricolor no domingo, Evanilson é a esperança do Flu para reverter a desvantagem no confronto. Com seis gols no ano, ele perde apenas para Nenê na artilharia do time.

Quando Fred voltou ao Fluminense, Evanilson acabou perdendo a camisa 9, cedida por ele ao ídolo, e vaga no time titular, mesmo sendo um dos principais nomes da equipe antes disso. No entanto, após a necessidade de cirurgia no olho do centroavante, o garoto de apenas 20 anos colocou uma dúvida na cabeça do técnico Odair Hellmann para a sequência da temporada. Com mais mobilidade e entrosamento com o restante do grupo, o jogador espera se consolidar mais uma vez.

Nos seis clássicos que disputou, Evanilson marcou contra o próprio Flamengo na semifinal da Taça Guanabara e contra o Vasco, já na Taça Rio, no último jogo antes da paralisação. Soma-se a isso o gol no primeiro jogo da decisão do Estadual. Ele só não foi titular em um desses jogos, já depois do retorno da competição, com Fred contratado. A cria de Xerém chega com disposição para assegurar seu lugar no time e na história do Fluminense.

Futebol