PUBLICIDADE
Topo

Campeonato Cearense vive 'dependência' da agenda de Ceará e Fortaleza

11/07/2020 00h11

A liberação de jogos por parte do Governo do Estado e a agenda detalhada dos clubes mais vencedores do estadual (Ceará e Fortaleza) vão "dar o tom" do planejamento da Federação Cearense de Futebol (FCF) pensando na retomada do futebol. A data base trabalhada nesse momento é a de 20 de julho.

Isso porque, caso exista uma formatação de datas pensando na Copa do Nordeste ou mesmo na Série A do Brasileirão, a FCF planeja até mesmo dar sequência no Cearense com todos os confrontos que não dependam da participação do Alvinegro de Porangabussu ou o Leão do Pici.

Até mesmo a alternativa de fazer com que uma das datas pendentes da participação dos rivais da capital, o Clássico-Rei, aconteça na cidade de Salvador enquanto ambos estiverem "confinados" para a disputa do Nordestão.

Para cumprir a segunda fase do estadual (etapa onde Ceará e Fortaleza entraram diretamente), seriam necessários oito jogos com cinco deles podendo ocorrer sem os clubes de maior torcida.

Futebol