PUBLICIDADE
Topo

Gilberto explica substituição e exalta título do Fluminense: 'Dia incrível'

Gilberto comemora gol pelo Fluminense sobre o Flamengo na final da Taça Rio - Thiago Ribeiro/AGIF
Gilberto comemora gol pelo Fluminense sobre o Flamengo na final da Taça Rio Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

10/07/2020 13h58

Classificação e Jogos

O Fluminense vinha de três jogos sem marcar gols, mas quem reencontrou o caminho da rede foi o lateral-direito Gilberto. Ele colocou o Tricolor na frente ainda no final do primeiro tempo, em cabeçada que deu mais fôlego para o time brigar pelo título. No fim, deu certo. O Flamengo até empatou no Maracanã, mas o Flu, nos pênaltis, foi campeão da Taça Rio. Após a partida, o jogador celebrou o gol, seu terceiro em 2020.

"Foi um dia incrível. Sabemos que seria uma batalha difícil por tudo que envolvia. Mas entramos focados. Naquele momento que perdi o gol fiquei triste, mas é da minha essência levantar a cabeça após um erro. Continuei batalhando e tive outra oportunidade, mais difícil até, e consegui reverter em gol para sairmos com o título", afirmou Gilberto, que havia perdido uma chance clara minutos antes de marcar.

O lateral acabou tendo que ser substituído aos 41 minutos do segundo tempo, depois de sentir cãibra. Gilberto aprovou os minutos finais de Hudson na posição e lamentou não ter podido cobrar uma das penalidades na disputa. No fim, Dodi e Michel Araújo perderam as cobranças, mas o Fla acabou desperdiçando três.

"Infelizmente eu estava com cãibra. No último pique que dei acabei sentindo. Achei que poderia prejudicar a equipe ficando em campo e preferi sair. Não pude ajudar na cobrança de pênalti, mas sei que nossa equipe treinou bem. Tem muitos jogadores qualificados. Até os que estavam no banco poderiam ser uma opção melhor do que eu para bater. Conseguimos a vitória nos pênaltis e o título", completou.

Fluminense