PUBLICIDADE
Topo

Wendell fala da expectativa para decisão da Copa da Alemanha

03/07/2020 17h19

Há seis anos defendendo o Bayer Leverkusen, o lateral-esquerdo Wendell segue alcançando números importantes e construindo uma trajetória de sucesso no futebol alemão. Titular absoluto e um dos principais destaques da equipe, o brasileiro com mais jogos na história dos Leões vive agora grande expectativa pela disputa da sua primeira decisão em solo europeu e é uma das armas do técnico Peter Bosz para ajudar o clube a encerrar um longo jejum de títulos que já dura 27 anos desde exatamente a conquista da sua única Copa da Alemanha na temporada 1992/93.

A missão do Leverkusen para sair com a sua segunda taça na história do torneio, contudo, não será simples. O time precisará superar o atual detentor do título da Copa da Alemanha e octacampeão da Bundesliga, Bayern de Munique, neste sábado (4), em jogo único que será disputado no Estádio Olímpico de Berlim. Além disso, os Bávaros vivem um excelente momento, vindo de 25 partidas de invencibilidade, com 24 vitórias e um empate, e sem sofrer sequer uma derrota desde dezembro de 2019.

Apesar das dificuldades, Wendell está confiante de que o Leverkusen poderá ser campeão e, para isso, falou sobre o nível de concentração que a equipe precisa ter durante o confronto.

- Vai ser um jogo bem difícil. Precisamos entrar muito concentrados, focados e não termos medo de jogar para encará-los de igual para igual. Sabemos da força do Bayern, mas também temos uma grande equipe e, portanto, possibilidade de vencê-los e trazermos essa taça para Leverkusen pela segunda vez. Será o jogo mais importante nos meus seis anos aqui. É algo extremamente grandioso e que pode nos colocar para sempre na história desse clube que criei uma identificação tão grande e gosto tanto - afirmou.

O camisa 18 dos Leões também recordou a surpreendente vitória do Bayer Leverkusen por 2 a 1, em plena Allianz Arena, no primeiro turno do Campeonato Alemão, para mostrar que é possível voltar para casa com o título.

- Ganhamos deles no primeiro turno da Bundesliga, jogando em Munique, e mostramos que tudo é possível. Naquele dia, fizemos um grande jogo. Não demos espaço para erros e aproveitamos as chances que tivemos. Então, se nos entregarmos 100% como foi lá e fizermos as coisas exatamente como o nosso treinador pede, podemos vencer mais uma vez - comentou.

Desde 2014 no Leverkusen, Wendell já disputou 217 partidas pelo clube alemão, marcou oito gols e deu 14 assistências. Tal número de atuações, aliás, faz do jogador o brasileiro com mais jogos na história dos Leões, à frente de Juan (176), Zé Roberto (150), Paulo Sérgio (149), dentre outros.

Futebol