PUBLICIDADE
Topo

Golaço de Vincius Jr. contra o Mallorca não é para qualquer um, diz Sávio

Vinicius Junior marcou o primeiro gol do Real Madrid na vitória sobre o Mallorca - REUTERS/Susana Vera
Vinicius Junior marcou o primeiro gol do Real Madrid na vitória sobre o Mallorca Imagem: REUTERS/Susana Vera

25/06/2020 06h20

No dia 25 de junho de 2018, Vinícius Júnior deu uma coletiva se despedindo do Flamengo. Ele iria completar 18 anos (em 12/7) e teria de ir para o Real Madrid, que o contratara quando o jogador ainda tinha 16 anos, por 45 milhões de euros.

De lá prá cá, no clube Merengue, a Joia vem conseguindo, aos poucos, se impor. Ganhou massa muscular, soube ter paciência para aproveitar as chances e, em 2020, começa a fazer diferença.

Neste retorno após a paralisação do Campeonato Espanhol por três meses devido à pandemia da covid 19, o atacante está encantando. Quando não é o melhor em campo, é um dos melhores. E desequilibra.

No último fim de semana, sofreu o pênalti que decretou a vitória por 1 a 0 sobre a Real Sociedad que fez o Real assumir a liderança da Liga Espanhola.

Ontem, marcou o golaço que abriu o caminho para mais uma vitória, desta vez por 2 a 0 sobre Mallorca. O lance foi um espetáculo. O brazuca recebeu pela esquerda e deu um toquinho por cima de Reina.

"Os haters de Vinícius Jr. tiveram que enfiar a cabeça 30 metros na terra: golaço com finalização de mega craque", publicou o 'Diário As' na sua edição de hoje.

A evolução do ex-Rubro-Negro é notável e o "Lance!" foi buscar a análise de um outro brasileiro que defendeu o Real Madrid há 20 anos, entre 1998 e 2003, para comentar sobre este assunto: Sávio.

O atacante, que também saiu do Flamengo para o time merengue (um pouco mais velho, com 24 anos), ganhou tudo por lá (Espanhol, Champions, Mundial) e conhece muito bem o caminho para o sucesso na Europa.

Lance!: Há coincidências entre você e o Vinícius Júnior. Ambos prata da casa do Flamengo, ambos atuando pela esquerda do campo, embora você tenha sido muito mais incisivo ao buscar o ataque, sempre entrando para driblar o goleiro e finalizar, o Vinícius é mais de toque...

Sávio: Não gosto de comparar. Até porque somos de gerações diferentes, o futebol muda. Jogamos pela esquerda, mas temos estilos diferentes. E eu era um canhoto jogando pela esquerda e aberto, ele um destro jogando por aquele setor. No fim, há mais diferenças do que coincidências.

Ele teve um início de altos e baixos...

Vejo isso como normal e natural. O Vinícius que chegou em 2018 tinha 18 anos e não é fácil entrar num clube como o Real Madrid do jeito que foi, após a saída do Cristiano Ronaldo. Mas ele tem uma coisa que gosto muito: personalidade. Mesmo muito garoto, soube segurar a pressão de integrar um clube gigantesco que tem de lutar por todos os títulos. Para fazer sucesso no Real Madrid tem de ter personalidade, e isso ele tem.

Como você vê o Vinícius Júnior de hoje?

Há evolução em todos os sentidos. Na parte tática, na parte técnica, que já era excelente, no físico que ele ganhou nestes dois anos, não é um corpo de menino e, ultimamente, na finalização. Era um ponto fraco e agora Vinícius está aprimorando. O gol que ele fez no jogo com o Mallorca não é qualquer um que faz.

E daqui para a frente?

Tem tudo para ter muito sucesso. O garoto é muito profissional. Tudo que lemos dele mostra isso. É um círculo virtuoso. Ele quer aprender e evoluir. Já superou muitos degraus e vai superar ainda mais num curto prazo.

Se você fosse o treinador, você o colocaria no time titular? Escalaria ele com Hazard, já que normalmente ambos ocupam o mesmo espaço e o belga é um dos melhores do mundo?

Analiso pelo momento e hoje, agora, esta é a hora do Vinícius Júnior. Mas a situação atual favorece todo o elenco. Teve a pandemia e a volta dos jogos está obrigando uma série de partidas em curto tempo e com risco de lesão. Então, o Zidane está fazendo um rodízio, não dá indícios de que manterá um ataque fixo nas partidas finais. Todos terão oportunidades.

Real Madrid