PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians: Entenda por que a saída de Love abre caminho para volta de Jô

Ricardo Nogueira
Imagem: Ricardo Nogueira

06/06/2020 08h00

Na última sexta-feira, a notícia de que Vagner Love rescindiu contrato com o Corinthians pegou de surpresa os torcedores do clube, mas por outro lado deu esperanças sobre uma boa novidade que pode ser anunciada em breve: a volta de Jô. Isso porque alguns motivos levam a crer que um movimento irá facilitar a viabilidade do outro e a contratação do ídolo da Fiel seria questão de tempo.

Embora os envolvidos mantenham cautela ao falar da negociação com Jô, a contratação do atacante está bem encaminhada, restando ajustes de ordem financeira, tempo de contrato e a oficialização da rescisão do jogador com o Nagoya Grampus-JAP. O desfecho avança no sentido positivo para o Timão e conta com a saída de Love, abrindo ainda mais o caminho para o retorno.

O ex-camisa 9 corintiano, que deve voltar a jogar pelo CSKA Moscou, da Rússia, tinha uma das maiores remunerações mensais do elenco. O espaço aberto na folha salarial poderá dar uma margem maior de negociação com Jô e causará um impacto bem menor nas contas do clube, que já não eram saudáveis e tendem a piorar com a crise decorrente da pandemia de coronavírus.

Love tinha contrato até 31 de dezembro deste ano, mesma data que vence o vínculo com Mauro Boselli. O brasileiro completará 36 anos ainda neste mês, e o argentino fez 35 em maio. Jô, por sua vez, está com 33 anos, ou seja, mais novo do que os dois. Nessa combinação de fatores, sai o "mais velho" da posição e chega um três anos mais jovem, podendo assinar compromisso mais extenso, pensando em um cenário pós-pandemia, que ainda é incerto.

A briga pela titularidade é outro fator que indica a chegada de Jô. Com a contratação do novo centroavante e sem a saída de Love, seriam três jogadores disputando, provavelmente, a mesma vaga no time de Tiago Nunes. Em outras palavras, daqui até o fim do ano, pelo menos, seriam três atletas "caros" para o mesmo setor, sendo que dois deles não seriam tão aproveitados. Neste momento de crise financeira, é um luxo que o Timão não poderia dispor.

Vale lembrar que o Corinthians iniciou a temporada com três centroavantes: Boselli, Vagner Love e Gustagol. Esse último foi emprestado ao Internacional após a eliminação para o Guaraní-PAR, na Libertadores. Com a saída de Love, o elenco conta apenas com o argentino para a posição. Se contarmos que a volta do futebol será com calendário apertado, uma reposição para a perda será necessária. Aí é que entra a contratação de Jô, chegando para ser titular.

Conforme publicado pelo LANCE! na última sexta-feira, o negócio é tratado com um passo de cada vez e com otimismo maior do que há algumas semanas, quando havia o interesse do mercado do Oriente Médio. A expectativa é de que até o fim da primeira quinzena de junho tudo seja concretizado e Jô assine contrato para sua terceira passagem pelo clube onde foi revelado.

Corinthians