PUBLICIDADE
Topo

Atletas do Sub-20 do Goiás falam sobre rotina de treinos na quarentena

28/05/2020 15h20

Os atletas das categorias de base do Goiás seguem sem poder retornar às atividades diárias do clube por conta do estado de quarentena em que se encontra a maior parte das regiões brasileiros. Por isso, os atletas são levados a manterem uma rotina de treinos dentro casa para manter a forma física.

Recém-chegado no Goiás, o meia Felipe Jaime sequer teve a oportunidade de estrear pelo Esmeraldino. O jogador chegou em março no Goiás após uma boa passagem pela base do Guarani.

Mesmo assim, o atleta de apenas 19 anos de idade faz um avaliação positiva ao contar como estão sendo os primeiros meses no clube.

- Apesar de estar longe do centro de treinamento, esses meus primeiros meses no clube tem sido muito bons. Os companheiros de equipe me receberam bem e me sinto muito confortável. Estávamos trabalhando muito forte para o começo da temporada mas infelizmente teve a paralisação. A frustração é grande por isso, mas entendemos tudo que está acontecendo e sabemos a importância da paralisação. A ansiedade está a mil e não vejo a hora de voltar fazer o que eu amo. Tenho muita vontade de entrar em campo e representar o manto Esmeraldino - contou o atleta.

Assim como o companheiro de equipe, o jovem Gustavo também faz parte do elenco Sub-20 do Esmeraldino. Entretanto, este seria o último ano do jogador nesta categoria.

Há quase três anos no clube, o lateral-esquerdo falou sobre as expectativas para a temporada atual.

- Esse ano seria muito produtivo. Teríamos chances de jogar as melhores competições da categoria que são vitrines boas para nós jogadores. Acredito que nem todas as competições vão voltar, mas algumas podem acontecer ainda e vamos dar o nosso melhor. Treino normal todos os dias seguindo as orientações do clube para que quando voltarmos estarmos preparados. Estou muito ansioso para voltar a fazer o que eu amo e buscar uma vaga no profissional, que é o meu principal objetivo - revelou o jogador.

Até o momento, a Federação Goiana de Futebol e a CBF não deram uma posição oficial sobre o retorno das competições de base de 2020.

Futebol