PUBLICIDADE
Topo

Sem poder contratar, Santos busca 'destravar' renovações de contrato

27/05/2020 06h00

O Santos não pode registrar novos jogadores por conta de uma punição da FIFA referente a uma dívida com o Hamburgo, da Alemanha, pela contratação do zagueiro Cléber Reis, em 2017.

Por conta disso, o clube vê como uma saída a manutenção de peças do elenco. Porém, algumas renovações de contrato estão travadas no momento. O zagueiro Lucas Veríssimo, o meia Evandro e o atacante Yuri Alberto negociam renovações contratuais com o Peixe.

A situação mais esperada pela torcida é a de Veríssimo. O zagueiro tem contrato com o Santos até 2022, mas o clube já negocia a renovação até o fim de 2024. A situação já tem ares de novela, com o zagueiro cobrando valorização publicamente ao presidente José Carlos Peres. Após esse episódio, o mandatário afirmou que a negociação estava adiantada, mas agora, diz que a prioridade é negociar o jogador para o exterior.

- O objetivo da gente é negociar o Lucas Veríssimo, negociar com o exterior, porque ele mesmo merece. É um jogador que tenho grande admiração, é amigo, e entendo que chegou o momento dele. Por duas vezes, quase vendemos ele. Agora, acho que essa oportunidade que está surgindo, que obviamente vai surgir agora na janela se o futebol voltar a ser operante, com certeza é um prêmio para ele - disse Peres ao canal de Youtube 'Os Canalhas'.

Já com Evandro, a situação é mais emblemática. O Santos tem um dívida com os empresários do atleta, por conta de uma comissão acordada na época da chegada do jogador, em 2019. Com o contrato apenas até o fim de junho, o volante está na mira do Athletico e o seu futuro é incerto.

Para fechar, há a situação do jovem atacante Yuri Alberto. O contrato do jogador de 18 anos com o Santos vai até o fim de julho, e as negociações tiveram um novo capítulo na última terça-feira.

O Peixe registrou um contrato de renovação com o jogador na FPF e na CBF, pedindo prioridade de clube formador. Caso o atleta aceite esse novo termo, ele renovaria por mais três anos com o clube.

Com a situação financeira delicada, o Santos corre para resolver essas pendências para dar mais tranquilidade ao elenco.

Futebol