PUBLICIDADE
Topo

Média de gols do Santos é a menor em cinco anos; veja possíveis motivos

26/05/2020 06h00

O Santos de 2020 pode desempenhar um bom papel defensivamente, mas na parte ofensiva a equipe ainda não engrenou. Em doze jogos disputados na temporada, a equipe de Jesualdo Ferreira marcou somente 13 gols, uma média de 1,08 por jogo. A média é inferior até mesmo ao time de Jair Ventura, em 2018, criticado pela falta de ofensividade, que marcou 16 gols na mesma quantidade de jogos, com média de 1,33.

Um dos motivos da falta de gols do Santos pode ser colocado na falta de reforços para o setor, Neste ano, sò chegou o atacante Raniel, vindo do São Paulo em troca com Vitor Bueno. O camisa doze demorou a engrenar no ataque, mas vinha desempenhando um bom papel antes da paralisação por conta do novo coronavírus.

O começo de temporada do Peixe foi sem dois jogadores considerados titulares do trio de ataque que terminou a temporada passada. Marinho sofreu uma lesão no pé esquerdo logo na estreia contra o Red Bull Bragantino e não voltou. Já o venezuelano Soteldo havia sido liberado pelo Santos antes do início do Campeonato Paulista para a disputa do Pré-Olímpico com a seleção venezuelana.

Com tantos desfalques, coube aos Meninos da Vila a missão de levar perigo as defesas adversárias, o que não é tarefa fácil logo de cara. Yuri Alberto (19 anos) e Kaio Jorge (18 anos) foram os mais utilizados pelo treinador para fazer companhia a Eduardo Sasha no comando de ataque.

Yuri jogou cinco partidas na temporada, com um gol marcado (vitória sobre o Mirassol por 3 a 1). Já Kaio Jorge disputou sete partidas no ano, com um gol marcado (vitória sobre o Defensa y Justicia-ARG por 2 a 1).

Veja a média de gols do Santos desde 2015

2020: 13 gols em 12 jogos: média de 1,08

2019: 27 gols em 12 jogos, média de 2,7

2018: 16 gols em 12 jogos, média de 1,33

2017: 22 gols em 12 jogos, média de 1,83

2016: 17 gols em 12 jogos, média de 1,41

2015: 24 gols em 12 jogos, média de 2,00

Futebol