PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Há um ano na Ucrânia, Alvaro relembra primeiro gol pelo FC Lviv

26/05/2020 11h39

Na Ucrânia, o futebol recomeça aos poucos e há quase duas semanas o grupo do FC Lviv tem voltado as atividades normais pensando no retorno do campeonato. O brasileiro Alvaro Vieira, permaneceu no país durante todo período de quarentena, seguindo as recomendações da equipe e treinando em casa. O atleta que completou um ano no país em fevereiro não esconde a ansiedade para voltar a jogar. Na temporada passada, o atacante fez sua estreia na Premier League e precisou dos primeiros jogos em adaptação para começar a balançar as redes.

O momento especial para o atleta é o que mais deixa saudade enquanto os jogos não voltam. Em 26 de maio de 2019, diante do Dínamo de Kiev, Alvaro marcou seu primeiro gol, que foi eleito o mais bonito do mês de maio pelos torcedores do clube e nesta terça-feira, completa um ano. Para o camisa 10, marcar diante do Dínamo no estádio de Kiev foi significativo, marcando o início da história do brasileiro na Europa.

- Esse gol foi muito importante para mim, um divisor de águas na minha carreira. Primeiro porque foi em Kiev, em um estádio de Liga dos Campeões, foi sensacional, contra uma grande equipe, eu fiquei emocionado porque o Cristiano Ronaldo também marcou gol lá, é sem palavras. Eu estava no período de adaptação ainda, uns 8 jogos sofrendo desconfiança na equipe e o gol me fez provar que eu estava pronto para jogar em alto nível na Ucrânia. O primeiro gol na Europa é para dar confiança, me fez ver que sou capaz de atuar aqui - disse Alvaro.

Com a volta aos treinos, a Ucrânia se recupera da paralisação devido a COVID-19 e foca no reinício dos torneios esportivos, que já tem data prevista. Os atletas serão informados ainda nesta terça-feira se o campeonato retorna dia 30 de maio ou 15 de junho. O FC Lviv vive um momento delicado na competição, tendo que somar pontos para jogar os playoffs que garante uma vaga na Liga Europa. A equipe soma 21 pontos na 9ª colocação e precisa classificar entre os oito colocados.

- Voltamos a treinar agora após a pandemia depois de ficarmos quase dois meses sem poder sair, até ir no mercado era complicado. As coisas aqui na Ucrânia estão bem melhores, fico muito feliz em voltar e poder trabalhar. O dia a dia é ótimo, um prazer voltar a treinar, e agora estamos valorizando isso. Tudo está voltando ao normal há cerca de duas semanas e o campeonato pode voltar agora ou no início de junho, estamos na expectativa. Já começamos a disputar amistosos e a pegar pesado nas atividades porque precisamos pontuar na competição e disputar o mata-mata - completou o

camisa 10.

Futebol