PUBLICIDADE
Topo

Por corte de salário, Rabiot faz greve e não se apresenta à Juventus

Adrien Rabiot com a camisa da Juventus. Jogador está descontente com corte de salário - Daniele Badolato/Juventus FC via Getty Images
Adrien Rabiot com a camisa da Juventus. Jogador está descontente com corte de salário Imagem: Daniele Badolato/Juventus FC via Getty Images

12/05/2020 10h47

O meio-campista Rabiot está fazendo greve e não retornou para Turim, onde joga pela Juventus, por ter ficado insatisfeito com os cortes salariais sofridos durante a pandemia do coronavírus, de acordo com o portal "La Stampa".

Ex-jogador do Paris Saint-Germain, Rabiot está fazendo quarentena na França e se recusa voltar para a Itália. A posição foi aconselhada pela mãe, que também é sua agente.

A Juventus foi a primeira equipe italiana a entrar em acordo para uma redução de 25% dos salários dos atletas por um período de quatro meses para que suas finanças não entrassem em colapso. A maioria dos jogadores já voltou ao país.

Na Itália, as equipes ganharam permissão para retomarem as sessões em grupos na próxima segunda-feira. Além de Rabiot, a Juventus não conta com a presença de Higuaín. O atacante está na Argentina acompanhando um tratamento de saúde da mãe.

O meio-campista francês está em sua primeira temporada com a camisa da Velha Senhora, mas decepciona torcedores e dirigentes com partidas ruins. Com isso, Rabiot passou a ser especulado em outros clubes, como o Manchester United e Everton, e uma saída pode ser o caminho após a relação do jogador com o clube ficar ainda mais conturbada.

Juventus