PUBLICIDADE
Topo

Rivaldo recorda 2002 e fala sobre Messi: 'Não o vejo jogando na Inter'

09/04/2020 15h09

Um dos nomes do pentacampeonato mundial da Seleção Brasileira, Rivaldo participou de uma ação comercial da Betfair.net, site de apostas esportivas. O ex-jogador falou sobre as movimentações no futebol mundial e comentou a reexibição neste domingo da final da Copa de Mundo de 2002 - que consagrou o Brasil como campeão pela quinta vez e teve o craque como uma das estrelas.

- É uma sensação única, difícil descrever com palavras, até porque já se passaram 18 anos e o Brasil ainda não conseguiu comemorar novamente um título da Copa. Então, esse feito ganha ainda maior relevância nesses dias. Assistir a esse jogo vai ser bom não só para os que vivenciaram essas emoções, mas também para os mais novos que estão em torno dos 24/25 anos e que poderão perceber o que significou aquela conquista para todo o povo brasileiro - analisa Rivaldo, que recordou o ambiente após a conquista:

- Foi um jogo histórico que me traz grandes lembranças. Me lembro que participei na construção dos dois gols do Ronaldo, e ser campeão do mundo é muito emocionante. O povo brasileiro adora futebol e vive muito com nossas conquistas, então foi uma festa linda quando retornamos ao Brasil para comemorar com eles. Não sei se nos outros países é assim, mas aqui no Brasil todo mundo celebrou conosco e foi algo memorável que jamais esquecerei.

Rivaldo falou analisou as notícias do futebol internacional, em que fez história pelo Barcelona e foi eleito em 1999 o melhor jogador do mundo. O ex-atleta analisou a possibilidade de Lionel Messi migrar para a Inter de Milão, levantada pelo presidente do clube italiano, Massimo Moratti.

- Essa semana, o presidente do Inter de Milão Massimo Moratti mencionou que poderia ser uma opção contratar o Lionel Messi e assim recuperar os duelos com Cristiano Ronaldo na Itália, mas como já falei antes não acredito que o argentino possa sair para outro clube europeu - opinou Rivaldo, que na Itália, atuou pelo Milan entre 2002 e 2003.

- Para mim, Messi não tem por que sair do Barcelona, e se um dia isso acontecer poderá ser para os Estados Unidos ou China quando ele já não for tão decisivo quanto é hoje no time catalão. Mesmo que financeiramente isso fosse benéfico para o jogador, não me parece que ele sairia por razões financeiras, e considero que isso seja mais uma propaganda do presidente da Inter do que propriamente uma possibilidade real - completou.

"MESSI SERÁ JOGADOR DE UM SÓ CLUBE NA EUROPA"

Rivaldo também citou as notícias ligando Lionel Messi ao Manchester City nas últimas janelas, e recordou a fala de Pep Guardiola para defender a permanência do argentino na Catalunha.

- Também se falou há algum tempo que ele poderia reforçar o Manchester City do Pep Guardiola, porém o próprio técnico fez questão de dizer que pensa que Messi deve continuar no Barcelona, pois segue jogando muito bem e ajudando o clube. Então, resumindo todos esses rumores, acho que Messi será um jogador de um clube só na Europa. Se um dia sair, será para a China ou Estados Unidos para encerrar a carreira em outro ambiente, com uma exigência menor - finalizou.

Futebol