PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Tiago Nunes tem 8 jogadores da base e quer aumentar número no Corinthians

Técnico Tiago Nunes comanda o Corinthians na estreia da equipe em 2020, contra o Botafogo-SP - Marcello Zambrana/AGIF
Técnico Tiago Nunes comanda o Corinthians na estreia da equipe em 2020, contra o Botafogo-SP Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

08/04/2020 08h20

Uma das principais missões do técnico Tiago Nunes no Corinthians é aproximar a categoria de base dos profissionais. Não é raro escutar o treinador falar da importância do uso dos jovens jogadores no time de cima, mas atualmente a comissão técnica conta com apenas oito atletas formados na base do clube em seu elenco profissional. A proposta é aumentar esse número.

Ao todo, o Corinthians tem 29 jogadores em seu elenco. Os pratas-da-casa são Guilherme Pezão, Pedro Henrique, Léo Santos, Fagner, Carlos Augusto, Lucas Piton, Pedrinho e Janderson, Destes, apenas Piton foi promovido ao time de cima por Tiago Nunes e, por isso, há a esperança de que novos nomes sejam integrados aos profissionais quando as competições voltarem.

O treinador monitora a situação dos atletas do sub-20 e, sobretudo, alguns nomes da equipe sub-23. Em um primeiro momento, a nova comissão técnica do Corinthians encontrou dificuldades para encontrar dados dos jogadores mais novos e cobrou mudanças no departamento de análise do clube. Esse processo dificultou a aproximação da base com o profissional nos primeiros meses da temporada.

Antes da paralisação das competições no futebol brasileiro por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, Tiago Nunes convocou alguns nomes das categorias menores para alguns treinos no CT Joaquim Grava. O centroavante Nathan, por exemplo, foi um deles. Artilheiro do sub-20 na última temporada, o jogador chegou até a ficar no banco de reservas em jogos do Paulistão, mas ainda não foi promovido.

Atolado em dívidas e em busca de retomar o protagonismo no cenário nacional, o Corinthians aposta em um estilo ofensivo de jogo e na utilização dos jogadores formados em casa. O atual número ainda é considerado baixo, mas a tendência é de que os jogadores das categorias inferiores passem a ser mais utilizados nos treinamentos e, posteriormente, nos jogos do Timão.

Corinthians