PUBLICIDADE
Topo

Toni Kroos afirma ser contra a redução nos salários dos atletas

07/04/2020 15h23

Em entrevista ao podcast 'SWR Sport', Toni Kroos afirmou ser contra a redução nos salários dos atletas proposta por alguns clubes europeus diante às paralisações dos principais campeonatos do continente por causa da pandemia. Segundo o alemão, a redução das remunerações seria uma doação ao clube ou fundo perdido e não ajudaria as pessoas que mais necessitam.

- Sou a favor de pagar o salário integral e que todos façam coisas sensatas com ele. Todos são convidados a ajudar quando necessário, e há muitos lugares onde é necessário - afirmou o meio-campista do Real Madrid.

Além disso, o atleta destacou que, até o momento, o Real Madrid não cogitou reduzir o pagamento de seus jogadores durante o período de inatividade do futebol. Contudo, segundo o jornal espanhol 'Marca', o clube pode começar a baixar os salários caso o governo espanhol mantenha o isolamento social nos próximos meses, o que afetaria diretamente a economia do futebol mundial.

Este momento de incerteza preocupa Kroos, que questionou como será o futuro dos clubes caso a quarentena imposta por diversos governos no mundo continue. Segundo o atleta, teria uma enorme transformação no mercado do futebol, sem transações com números elevados nas próximas janelas de transferências.

- Muitos clubes não têm renda planejada. Também dependem de quanto tempo tudo será interrompido. Se, por exemplo, o futebol voltar a ser disputado em maio, certamente serão encontradas soluções. Se for necessário parar até o inverno (22 de dezembro, na Europa), posso imaginar que alguns clubes não conseguirão suportar. Isso mudaria o futebol como o conhecemos - salientou.

Futebol