PUBLICIDADE
Topo

Bruno Henrique destaca 'jogo da virada' que levou o Flamengo ao título da Libertadores

07/04/2020 13h15

O Flamengo reconquistou a Libertadores da América, após 38 anos, após confrontos épicos contra Internacional, Grêmio e River Plate (ARG) nas fases finais da Copa. Contudo, para Bruno Henrique, a classificação contra o Emelec, no Maracanã nos pênaltis, foi o momento determinante para o time da Gávea.

- Tive vários momentos de emoção na Libertadores. Tivemos momentos tristes, mas que nos levaram à glória. Depois desse momento triste, que foi no jogo contra o Emelec (derrota por 2 a 0 em Guayaquil, no jogo de ida das oitavas de final), o Flamengo virou um time vencedor, que trazia o seu torcedor, que lotava o Maracanã e apoiava o time. Dentro de campo, o Flamengo dava show - comentou o camisa 27, um dos principais destaques da campanha vitoriosa da equipe de Jorge Jesus, em participação no podcast da Conmebol Libertadores.

O confronto com o Emelec marcou a estreia de Jorge Jesus na Libertadores. No jogo de ida, em Guayaquil, o treinador fez improvisações no time - colocando Rafinha no meio de campo, por exemplo - e o resultado não foi bom: derrota por 2 a 0. Na volta, no Maracanã lotado, Gabigol fez os dois gols que o time precisava no tempo regulamentar, o Flamengo devolveu o resultado e a decisão foi para os pênaltis.

Por 4 a 2, o Flamengo venceu a disputa e avançou na Copa. Na sequência, superou o Internacional, nas quartas, o Grêmio, nas semis, e o River Plate, na primeira decisão única da Libertadores, e conquistou o título sem outro revés.

Futebol