PUBLICIDADE
Topo

Conversa com ex-Athletico fez consultório odontológico virar o favorito dos boleiros em Curitiba

06/04/2020 11h30

Em uma demonstração clara que, quando menos se espera e em uma despretensiosa situação, as coisas podem mudar na vida de maneira bastante positiva, o consultório odontológico dos irmãos Fábio, Fernando e Márcio Cantador além do Dr. Luiz Fernando Sak se transformou de um consultório comum no favorito dos jogadores de Athletico-PR, Coritiba e Paraná.

Tudo começou de maneira acidental pois, quando os três irmãos estavam acompanhando uma partida do Athletico na Arena da Baixada no ano de 2016, acabaram fazendo amizade com os atletas no banco de reservas por estarem bem perto do mesmo. E foi graças ao goleiro Weverton, hoje no Palmeiras, que a fama entre os atletas começou.

- Sentamos na primeira fileira da Arena, logo atrás do banco de reservas, e acabamos fazendo amizade com os jogadores. E aí surgiu a possibilidade de atender o goleiro Weverton. Nunca tínhamos atendido ninguém conhecido antes. Acabamos ficando amigos da família do Weverton e tudo mais, atendemos os parentes dele. E a partir daí surgiram as indicações. Outros jogadores começaram a nos procurar - disse Fábio em entrevista dada ao Tribuna PR.

Como o círculo dos atletas envolve também a indicação de profissionais nas redes sociais, a "propaganda" funcionou muito bem e atletas tanto do Furacão como dos rivais Coritiba e Paraná se tornaram clientes assíduos. Mesmo no caso deles já não estarem mais nas equipes paranaenses como, por exemplo, os meio-campistas Raphael Veiga (ex-Coxa e Athletico hoje no Palmeiras) e Matheus Anjos (ex-Athletico e Paraná atualmente no Botafogo-SP) além do atacante Pablo, ex-Furacão que foi negociado com o São Paulo no início de 2019.

- Nosso trabalho tem um caráter voltado para o paciente, e de 2016 para cá, é mais específico para os boleiros, as famílias deles. Há todo um acolhimento desde a secretária, que já os conhece pelo nomes. Todas as salas têm TV, botamos um filme, uma música, um pagodinho que eles normalmente gostam. Os jogadores da base veem no Instagram e acabam querendo o mesmo atendimento também - enfatiza Márcio.

Tamanha foi o retorno desse desse universo que Márcio relatou uma situação, no mínimo, inusitada envolvendo os jogadores de futebol que passaram a ser frequentadores do consultório radicado no bairro Cristo Rei, localização privilegiada de Curitiba.

- Já chegamos a ter uma situação com seis ou sete jogadores de Athletico, Coritiba e Paraná esperando ao mesmo tempo para serem atendidos, se provocando, brincando. Teve uma vez em que os goleiros Wilson, do Coritiba, e Felipe Alves (hoje no Fortaleza) ficaram batendo papo um tempão - agregou.

Fernando tratou de comentar o aspecto mais relacionado a saúde bucal como elemento de influência na recuperação de lesões e outras questões físicas que acabam sendo descobertas mediante ao tratamento odontológico. Citando, inclusive, o caso envolvendo o ex-goleiro do Paraná, Richard, que hoje defende o Ceará:

- Tudo está ligado ao sistema estomatológico, tudo começa na boca. Muitas vezes, um paciente que faz um tratamento e tem uma readequação da boca, acaba perdendo aquela questão de ter lesões recorrentes. Ele (Richard) estava com problema e não jogava. Veio tirar o siso e foi detectada uma grande inflamação em outro dente. Era o motivo de ele não conseguir se recuperar direito das lesões que sofria.

Futebol