PUBLICIDADE
Topo

CBF isenta clubes de taxas e estima economia de R$ 1,3 milhão por mês

Claudinho comemora gol do Red Bull Bragantino na Série B do Campeonato Brasileiro - Divulgação
Claudinho comemora gol do Red Bull Bragantino na Série B do Campeonato Brasileiro Imagem: Divulgação

03/04/2020 20h42

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou hoje uma medida para ajudar financeiramente os clubes durante a paralisação do esporte devido à pandemia do coronavírus.

A entidade decidiu isentar todos os clubes de taxas relativas ao registro de contratos e à transferência de jogadores por tempo indeterminado.

De acordo com a CBF, a estimativa é de que esta medida gere uma economia de R$ 1,3 milhão por mês aos clubes brasileiros.

A decisão, publicada no site da entidade, inclui "isenção de valores relativos à registro de contratos definitivos, de contratos de empréstimo, de renovação, prorrogação ou rescisão contratual, além das transferências de atletas".

Com a pandemia do coronavírus, as competições nacionais e estaduais foram suspensas por tempo indeterminado, o que tem gerado prejuízo financeiro aos clubes.

Por isso, alguns clubes deram 20 dias de férias coletivas aos atletas e comissões técnicas.

Futebol